BYD recebe novo pedido de 406 ônibus elétricos para a Colômbia

BYD trabalhará em conjunto com a Superpolo, fabricante colombiana que será responsável pela carroceria dos ônibus. Foto: Divulgação.

Com pedido, empresa terá 98,5% da participação no mercado de Bogotá

JESSICA MARQUES

A BYD recebeu um novo pedido para entregar outros 406 ônibus elétricos puros para a capital colombiana de Bogotá. A informação foi divulgada pela empresa nesta segunda-feira, 28 de dezembro de 2020.

Em 17 de dezembro, a BYD anunciou o início da entrega de 470 ônibus 100% elétricos para a cidade.

Relembre:

BYD entrega 470 ônibus 100% elétricos em Bogotá, na Colômbia

Neste novo pedido, a BYD trabalhará em conjunto com a Superpolo, fabricante colombiana que será responsável pela carroceria dos ônibus. O novo lote inclui ônibus de nove e 12 metros de comprimento.

Os veículos foram licitados pela Autoridade de Transporte Público da Cidade de Bogotá, a TRANSMILENIO S.A.. Uma joint venture entre o grupo empresarial colombiano Fanalca e a operadora de transporte público internacional Transdev usou as soluções integradas de E-bus da BYD para licitar e venceu a licitação.

“Espera-se que os ônibus sejam implantados ao longo de quinze rotas, no distrito de Fontibon em Bogotá em 2021 e, a partir de então, 150 mil residentes ao longo das rotas poderão desfrutar de serviços de transporte 100% elétricos e com emissão zero”, informou a BYD, em nota.

“A BYD tem a honra de receber outro grande pedido. Existem atualmente 483 ônibus elétricos na TRANSMILENIO SA, e quando todos os 406 ônibus estiverem em operação no próximo ano, Bogotá terá 889 ônibus totalmente elétricos, dos quais 876 serão da BYD, representando mais de 98,5%”, disse o diretor da BYD América Latina, Lara Zhang, em nota.

BYD NA COLÔMBIA

A BYD entrou no mercado colombiano em 2012 e desenvolveu a primeira frota de táxis elétricos na América do Sul em 2013, além de entrar no sistema BRT de Bogotá em 2017. Também entregou 64 ônibus elétricos para Medellín em 2018 e entregou 470 unidades para a maior frota de ônibus elétricos puros na Colômbia em 2020.

Em toda a América Latina, a chegada de novos veículos de energia da BYD se espalhou para os principais mercados, incluindo Chile, Colômbia, Equador, Brasil, Barbados, Panamá, Costa Rica, Uruguai e Argentina.

“Após a China, Europa e EUA, agora o Chile e a Colômbia competem para ver quem implementará a primeira operação sustentável para o transporte público na América Latina. E Santiago e Bogotá caminham para se transformar nas líderes da mobilidade de baixo carbono na América Latina ao mesmo tempo em que limpam o ar dessas duas metrópoles. A BYD se orgulha de ter as maiores frotas de ônibus elétricos em operação no mercado Latino Americano”, afirmou o diretor de marketing e sustentabilidade da BYD no Brasil, Adalberto Maluf, também em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

 

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta