Diário no Sul

Canoas (RS) está sem ônibus na véspera do Natal

Eempresa Vicasa, que atende o sistema de integração, reforçará suas linhas para minimizar a demanda nos sentidos Bairro-Trensurb e Trensub-Bairro enquanto durar a greve. Foto: Jardel Moraes / Ônibus Brasil

Greve dos funcionários da empresa Sogal continua por tempo indeterminado

ALEXANDRE PELEGI

Canoas, no Rio Grande do Sul, continua sem transporte coletivo na véspera de Natal.

A greve deflagrada pelos funcionários da empresa Sogal na madrugada desta quarta-feira (23) continua hoje, 24 de dezembro de 2020, e não tem data para terminar.

Ontem, como mostrou o Diário do Transporte, terminou sem sucesso mais uma tentativa de negociar o fim do movimento.

Representantes do Sintrocan – Sindicato dos Trabalhadores Rodoviários da cidade estiveram reunidos com o prefeito Luiz Carlos Busato e seu secretário de Transportes, Ademir Zanetti.

A prefeitura propôs ajudar no pagamento dos salários atrasados em quatro parcelas a partir de janeiro, o que já foi recusado anteriormente pela categoria. Novamente os trabalhadores rejeitaram.

Ontem à noite, logo após a reunião, a prefeitura divulgou nota oficial afirmando se solidarizar com os funcionários em greve e reforçando que havia feito tudo que estava ao seu alcance, dentro da legalidade.

Agora cabe à empresa resolver esse impasse junto aos seus trabalhadores”, diz a nota.

Afirmando que o movimento deve cair na cidade com o feriado de fim de ano, a prefeitura informa que, mesmo assim, a empresa Vicasa, que atende o sistema de integração, reforçará suas linhas para minimizar a demanda nos sentidos Bairro-Trensurb e Trensub-Bairro.

Motoristas e demais funcionários da Sogal protestam contra atraso no 13º salário e falta de pagamento de parte de horas-extras e vale-alimentação.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta