Rodoviários de Manaus mantêm convocação de greve para a segunda-feira (21)

Foto: Manaus Atual

Categoria realizou paralisação de advertência na terça-feira (15)

ALEXANDRE PELEGI

Segue o impasse entre os rodoviários de Manaus e os empresários do transporte coletivo da capital amazonense.

Após uma paralisação de advertência nessa semana, a categoria anunciou nesta quinta (18) que mantém a proposta de greve para a próxima segunda-feira (21). Relembre: Rodoviários de Manaus entram em greve por atraso em pagamento do 13º salário

O motivo é a falta de acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros do Estado do Amazonas (Sinetram).

Os rodoviários reivindicam o pagamento em atraso e o 13º salário.

Ao mesmo tempo, o prefeito eleito de Manaus, David Almeida, terá encontro com representantes das empresas de ônibus na segunda-feira, mas o assunto será outro; o atual valor da tarifa.

O prefeito eleito tem afirmado que a passagem em Manaus é uma das mais caras do país, além do subsídio que a prefeitura injeta no sistema.

Atualmente em R$ 3,80 a proposta de David Almeida é reduzir o valor em cinco centavos, para R$ 3,75 como afirmou em entrevista coletiva nesta quinta (17). O futuro prefeito da capital amazonense afirma ter uma proposta para os empresários para viabilizar esta redução.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta