Pontos de alagamento afetam transporte coletivo na Grande São Paulo e no interior do estado

Passageiros tiveram que subir no ponto de ônibus da Avenida Piracema, em Barueri. Foto: Reprodução / Record.

CGE registra enchente em quatro pontos da capital paulista

JESSICA MARQUES

Após fortes chuvas, pontos de alagamento estão afetando o transporte coletivo na Grande São Paulo na noite desta terça-feira, 15 de dezembro de 2020.

O CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências) registra quatro pontos com enchente na capital paulista.

No centro, o Viaduto do Glicério, na região da Avenida Radial Leste Oeste, ficou alagado, assim como o Elevado Presidente João Goulart.

Na Zona Oeste, a Avenida Santo Amaro ficou debaixo d’água em ambos os sentidos.

Por sua vez, na Zona Sul, os pontos de alagamento foram registrados na rua João Alfredo e na Avenida Vitor Manzini, em Santo Amaro.

Na Zona Norte, a Avenida Zaki Narchi chegou a ficar intransitável, mas o tráfego já começou a fluir. O mesmo ocorreu na rua Coronel Marques Ribeiro.

BARUERI

Em Barueri, na Região de Alphaville, os passageiros tiveram que subir no ponto de ônibus da Avenida Piracema, por conta de uma enchente que deixou diversas pessoas ilhadas.

Por esse motivo, diversas linhas da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) ficaram impedidas de operar.

Confira a lista de itinerários afetados:

INTERIOR

Em Ribeirão Pires, no interior de São Paulo, a Avenida do Café, na Zona Oeste, teve pontos de alagamento.

A área com enchente fica nas proximidades no número 1.100, conforme publicado pelo portal local A Cidade On.

Confira algumas das linhas de ônibus que operam na via: N 307, U 499, E/N 437, U 399, Q 7, N 207 e N 707.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta