ÁUDIOS: Santander manifesta interesse em assumir obras para deixar Estação Vila Olímpia da CPTM sustentável

Ciclovia ganhou paradas e espaços de convivência

Chamamento Público foi noticiado pelo Diário do Transporte. Trecho revitalizado de 7 km de ciclovia ao lado da linha 9 foi entregue neste sábado (12) com recursos do banco

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

O banco Santander manifestou interesse em bancar as obras para tornar sustentável a estação Vila Olímpia da linha 9-Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), na zona Oeste da capital paulista.

O anúncio foi feito pelo presidente-executivo do banco no Brasil, Sergio Rial, em evento de entrega de revitalização de 7 km da ciclovia que margeia o Rio Pinheiros e a linha 9 da CPTM.

“Aproveito para anunciar, em parceria com o secretário [Alexandre Baldy, dos Transportes Metropolitanos] que está nos acompanhando, nós vamos lançar a Estação Vila Olímpia, vai ser a primeira estação sustentável da linha [9] de trem na cidade de São Paulo. Nós vamos tê-la completamente repaginada, desde energia solar, que parece básico, o reaproveitamento de águas de chuva, vamos construir e colocar acesso aos ciclistas para que tragam e levem as bicicletas através da escada, tomadas para que as pessoas possam usar para seus celulares, e o mais importante, dar a ela [estação], verde.” – disse o executivo.

Ouça:

Os valores específicos pensados pelo banco para a estação não foram comentados por Rial.

O Diário do Transporte mostrou em 24 de novembro de 2020, a CPTM abriu o chamamento público para empresas interessadas.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/11/24/cptm-abre-chamamento-para-tornar-sustentavel-estacao-da-linha-9/

O secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, disse no evento que o chamamento ainda está aberto, mas que em breve deve ser feito o anúncio definitivo sobre a empresa que vai “adotar” a estação.

 “Este edital de chamamento já foi disponibilizado e acreditamos que logo teremos novidades sobre a estação Vila Olímpia da CPTM acerca dessa revitalização – disse Baldy

Ouça:

A revitalização da ciclovia do Rio Pinheiros foi custeada pelo Banco Santander.

A estrutura ganhou nova sinalização, pintura de solo e espaços de convivência e descanso para os ciclistas.

O governador João Doria anunciou também que haverá uma nova iluminação especial para a ciclovia que deve ser entregue no primeiro trimestre de 2021.

Em nota, o Governo do Estado explicou como ocorre a parceria para a cliclovia:

A área da ciclofaixa é de responsabilidade da CPTM e está sob gestão da empresa Farah Services, que implementou melhorias como novas sinalizações de pontos, placas de orientações, guaritas de alvenaria com banheiro e ar condicionado. O asfalto mais danificado foi refeito, além da retirada de lombadas para garantir a acessibilidade a bicicletas adaptadas para pessoas com deficiência.

Outra ação foi a retirada de mais de 50 toneladas de lixo e todos os 22 quilômetros de extensão da pista sob gestão tiveram a vegetação das margens cortadas, podadas e cuidadas. Também foram instaladas seis vending machines e vestiários com chuveiros. Os trabalhos de revitalização tiveram apoio do Banco Santander e da Sabesp.

No início de 2020, a CPTM fechou um acordo com prazo de 36 meses para que a Farah Services cuide do local, com investimento de R$ 6 milhões, dos quais R$ 2,2 milhões já foram aplicados. A parceria vai gerar uma economia de R$ 5,5 milhões para o Estado, e a Farah pode comercializar cotas de investimento. O Banco Santander adquiriu a cota principal de parceria.

O apoio do Santander começou com as melhorias de sinalização, jardinagem e infraestrutura que marcaram a reabertura da rota depois de 140 dias fechada. A ciclovia fica aberta todos os dias, das 5h30 às 18h.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Willian Moreira, em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Deixe uma resposta