Diário no Sul

Porto Alegre tem novo trecho de faixa exclusiva nesta sexta-feira (11)

Foto: Maria Ana Krack / Prefeitura de Porto Alegre

Trecho com 2.100 metros está demarcado nos dois sentidos de tráfego da avenida Plínio Brasil Milano. Capital gaúcha soma agora 37.850 metros de faixas para ônibus

ALEXANDRE PELEGI

Mais um trecho de faixa exclusiva em Porto Alegre entra em operação nesta sexta-feira, 11 de dezembro de 2020.

Com extensão de 2.100 metros, a faixa está situada nos dois sentidos de tráfego da avenida Plínio Brasil Milano, nos bairros Passo da Areia e Higienópolis, desde o Viaduto Obirici até a Terceira Perimetral.

Dando continuidade ao traçado que já em operação, o novo trecho segue por toda a avenida Plínio Brasil Milano e pela rua 24 de Outubro, nos bairros Auxiliadora e Moinhos de Vento.

Ao todo, são 4,5 quilômetros.

Com mais esse trecho de faixa exclusiva, a capital Porto Alegre amplia para 37.850 metros a extensão de espaços exclusivos para o transporte público nos horários de pico.

O secretário municipal extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello, destaca que a medida proporciona mais rapidez e especialmente mais confiabilidade a quem usa o transporte coletivo, “pois os ônibus ficam livres das interferências do trânsito. Com isso, mais pessoas são beneficiadas e o transporte público fica mais atrativo”.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informa que o novo equipamento beneficiará 83 mil usuários de 17 linhas de transporte público.

Como em outros trechos, a nova faixa exclusiva poderá ser usada somente pelos coletivos, seletivos ou táxis no horário das 6h às 9h e das 16h às 20h, de segunda a sexta-feira. Fora do horário de pico, estará disponível para os demais veículos.

Além disso, só é permitido acessar a faixa exclusiva para conversão na rua seguinte ou para acesso a garagens e estabelecimentos, desde que a manobra seja devidamente sinalizada pelo pisca-pisca.

O local terá um período de acompanhamento e orientação aos motoristas, com reforço nas ações educativas pelos agentes de fiscalização de trânsito.

As travessias de pedestres e a acessibilidade foram revitalizadas na área, pontos de ônibus foram reposicionados e a sinalização foi remodelada.

O diretor técnico da EPTC, Marcelo Hansen, ressalta que somente em 2020 foram implantados 19 quilômetros de faixas exclusivas, o que resulta no aumento de 140% em relação ao que havia no início da atual gestão. “Os projetos seguem o conceito de Ruas Completas, que utiliza soluções de desenho urbano para oferecer uma experiência mais segura e democrática a todos”, diz.

Desde o início do governo e do Programa de Priorização do Transporte Coletivo, foram instaladas faixas exclusivas nos seguintes na avenida Ipiranga, rua da Conceição (Rodoviária), avenida Independência, rua Mostardeiro, avenida Goethe, avenida Paulo Gama/rua Engenheiro Luiz Englert, Túnel da Conceição, avenida Loureiro da Silva, avenida João Goulart, avenida Mauá, rua Siqueira Campos, rua Silva Só e avenidas da Azenha, 24 de Outubro e Plínio Brasil Milano.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta