Com restrição de acesso a fretados, Guarujá (SP) diz intensificar fiscalização contra o transporte irregular

Um dos ônibus fiscalizados pela prefeitura. Foto: Assessoria de Imprensa

Desde o início da pandemia, foram lavrados 182 autos de infração, de acordo com prefeitura

ADAMO BAZANI

A prefeitura de Guarujá, no litoral paulista, informou nesta quinta-feira, 26 de novembro de 2020, que tem intensificado a fiscalização para coibir a entrada de vans e ônibus de turismo irregulares.

O decreto municipal 13.354, de março, suspendeu as autorizações para o acesso dos fretados à cidade, exceto veículos que possuam voucher de hospedagem.

Desde então, segundo a administração, foram lavrados 182 autos de infração.

A prefeitura diz que a DTP (Diretoria de Transporte Público) faz fiscalizações diárias.

O veículo que for pego em situação irregular pode ser apreendido e o responsável terá que pagar uma multa no valor de R$ 5.205,00 com base no decreto que disciplina a circulação e o estacionamento de ônibus de excursão provindo de outros municípios.

Em nota, a gestão municipal diz que para não haver multa e apreensão, os motoristas ou empresas dos ônibus e vans de fretamento, precisam fazer reserva na cidade e afixar ‘Autorização de Entrada’ no para-brisa.

Os motoristas que têm reservas na Cidade precisam afixar a ‘Autorização de Entrada’ no para-brisa do veículo. O documento é solicitado pelo próprio hotel ou pousada. Além disso, o condutor precisa apresentar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRVL), lista de passageiros e nota fiscal de fretamento do veículo. Para denúncias ou obter informações, o contato é o DTP, pelo telefone (13) 3384-5888.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta