Poços de Caldas faz diligência sobre proposta comercial de licitação do transporte

Auto Ônibus Floramar, de BH, é do mesmo grupo da atual concessionária. Foto: Eduardo Oliveira

Auto Omnibus Floramar, única participante do certame, está intimada a esclarecer em até cinco dias úteis quatro pontos da proposta apresentada. Concorrência está suspensa por determinação judicial

ALEXANDRE PELEGI

Em comunicado enviado ao Diário do Transporte pela Prefeitura de Poços de Caldas, por meio da Secretaria Municipal de Administração e Gestão de Pessoas, a Comissão Especial de Licitações dá prazo de cinco dias úteis à única empresa participante da licitação da concessão do transporte coletivo municipal, a  Auto Omnibus Floramar Ltda, para esclarecer uma série de pontos de sua proposta comercial.

O Comunicado foi enviado nesta segunda-feira, 23 de novembro de 2020.



A licitação está suspensa por determinação judicial.

Em diligência realizada no julgamento da proposta, a Comissão determinou à Auto Omnibus Floramar para enviar nota explicativa a respeito dos seguintes itens:

a) Apresentar justificativa técnica e fundamentação para o custo de R$0,08503 (oito centavos e quinhentos e três milésimos de centavos de real) por quilômetro rodado, sob justificativa de custo ambiental e calculado sobre veículo novo sem rodagem;

b) apresentar justificativa técnica e fundamentação para o custo em separado sobre o aditivo ARLA 32;

c) Discorrer a fim de demonstrar a operacionalidade da estratégia adotada na propositura de aquisição de veículos em valores iguais até o 14º ano, no montante de R$15.153.184,23 e a correspondente revenda destes veículos também em valores iguais do 1º ano até o 15º ano, em valores de R$11.377.598,53;

d) O percentual indicado para cálculo dos custos da mão de obra, equipe administrativa e manutenção conforme Estudo de Viabilidade, item 5.2.2, Anexo VIII do edital, equivale a 23%, verifica-se na proposta indicação do percentual de 23%, contudo o percentual efetivamente utilizado é de 19,55% de acordo com os dados e matemática utilizados pelo licitante, favor discorrer sobre a questão e esclarecer o motivo da divergência.

O comunicado encerra afirmando que a manifestação da empresa “deverá ser protocolizada na Divisão de Suprimentos situada na Rua Pernambuco nº 265, centro.

O documento é assinado por Sérgio Carlos Pereira, da Comissão Especial de Licitações.

A Auto Omnibus Floramar, de Belo Horizonte, pertence ao mesmo grupo da atual operadora, a Auto Omnibus Circullare.

LICITAÇÃO SUSPENSA

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura de Poços de Caldas suspendeu a o processo de concessão do serviço público de transporte coletivo de passageiros regular por ônibus o dia 25 de setembro de 2020.

A suspensão do processo se deu em virtude de ordem judicial decorrente de liminar deferida no Processo nº 5006499-75.2020.8.13.0518, Mandado de Segurança, 2ª Vara Cível da Comarca de Poços de Caldas/MG.

No dia 16 de setembro a juíza Alessandra Bittencourt dos Santos Deppner, da 2ª Vara Cível da Comarca de Poços de Caldas, em Minas Gerais, determinara a suspensão da concorrência. Relembre: https://diariodotransporte.com.br/2020/09/16/justica-atende-jundia-e-suspende-licitacao-de-pocos-de-caldas-mg/

AUMENTO DE TARIFA

A Auto Omnibus Circullare, que opera o transporte coletivo em Poços de Caldas, Minas Gerais, anunciou em suas redes sociais aumento da tarifa de ônibus na segunda-feira, 23 de novembro de 2020.

Segundo a empresa, a nova tarifa básica terá o reajuste a partir da zero hora de segunda para R$ 4,25, conforme o Contrato Emergencial Nº 609.

Passageiros que já tenham comprado os vales em papel dos Assistidos da Secretaria de Promoção Social no valor de R$ 4,00, poderão usá-los até 30 de novembro.

Após essa data para utilizar estes bilhetes será preciso o acréscimo de R$ 0,25 ou trocar por outros também com pagamento da diferença na Agência Amigo, que fica na Rua Santa Catarina, 79.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta