ANTT apreende dois ônibus por transporte clandestino após acidente em MG

Acidente envolveu pelo menos seis veículos. Foto: Divulgação / ANTT.

Veículos colidiram na BR-381, no município de Santo Antônio do Amparo

JESSICA MARQUES

A ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) apreendeu dois ônibus por transporte clandestino após um acidente em Minas Gerais. Os veículos colidiram na BR-381, no município de Santo Antônio do Amparo.

O acidente envolveu pelo menos seis veículos, sendo os dois ônibus, uma carreta e três caminhões. Após a colisão, a ANTT foi acionada e deslocou um servidor para o local para realizar as apreensões.

O caso foi registrado na última sexta-feira, 20 de novembro de 2020. Na ocasião, o trânsito ficou parcialmente interditado para a realização dos trabalhos das equipes envolvidas e foi liberado durante o período da tarde.

Os veículos viajavam juntos da cidade de Caruaru (PE) com destino à cidade de São Paulo (SP), segundo a ANTT, transportando ao todo 98 passageiros (50 no primeiro e 48 no segundo), sendo deste total 18 crianças.

Ainda de acordo com a agência, cinco passageiros do segundo veículo tiveram ferimentos leves e foram encaminhados a um hospital da região, o motorista de uma das carretas teve ferimentos graves e também foi levado para um hospital da região.

“Com a chegada da ANTT no local e com apreensão dos veículos, os infratores foram informados pelo servidor da obrigação de providenciar o embarque dos passageiros em ônibus regulares para o prosseguimento da viagem. Desta forma, veículos de empresas regulares foram providenciados e a viagem prosseguiu no término da tarde.
Além da irregularidade de execução de transporte clandestino foi constatado que um dos veículos estava com os pneus em condições inadequadas de uso”, informou a ANTT, em nota ao Diário do Transporte.

“Os veículos foram levados para um pátio credenciado da ANTT, onde permanecerão apreendidos pelo prazo mínimo de 72 horas conforme Resolução ANTT Nº 4287/2014”, detalhou também.

Confira as imagens do acidente:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta