Rodízio de veículos será mantido nesta sexta (20) na capital paulista

Ao todo, 11.266 ônibus vão circular na cidade nesta sexta, com frota correspondente a dias úteis. Foto: Adamo Bazani.

Após antecipação de feriado, data foi declarada ponto facultativo no município

JESSICA MARQUES

A Prefeitura de São Paulo informou que o rodízio de veículos continua vigorando normalmente na cidade nesta sexta-feira, 20 de novembro de 2020. A informação foi divulgada por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes e da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego).

A decisão de manter o rodízio foi tomada porque o dia 20 de novembro foi declarado ponto facultativo pelo município devido à antecipação do feriado do Dia da Consciência Negra.

Relembre: Dia da Consciência Negra foi antecipado na cidade de São Paulo, mas será feriado municipal em todo o ABC Paulista

A Prefeitura informou ainda que a ZMRC (Zona de Máxima Restrição à Circulação de Caminhões) e a ZMRF (Zona de Máxima Restrição à Circulação de Fretamento) também estão mantidas neste dia.

“A Zona Azul segue vigente em toda a cidade, exceto no entorno (raio de 300 metros) de unidades de saúde, como hospitais, ambulatórios, UBS, UPA, AMA, pronto-socorro, dentre outros estabelecimentos que prestem atendimentos de urgência e emergência. O objetivo é auxiliar o atendimento da população e o deslocamento dos profissionais de saúde para o enfrentamento da pandemia de Covid-19”, informou a Prefeitura, em nota.

ÔNIBUS

Ainda segundo a administração municipal, a frota em operação na sexta-feira será a mesma disponível nos dias úteis. A Prefeitura de São Paulo, por meio da SPTrans, informou que mantém a frota de ônibus disponível nas ruas superior à demanda de passageiros desde o início da pandemia.

“Atualmente, o Sistema de Transporte Coletivo Municipal opera com 11.266 ônibus, o que representa 87,92% da frota operacional em relação ao período anterior à pandemia para atender cerca de 61% da demanda.”

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta