TCM pede explicações ao prefeito de Vitória da Conquista (BA) sobre seleção de empresa para o transporte coletivo

Ônibus da empresa Cidade Verde que foi substituída pela Atlântico e motivou a ação do TCM. Foto: Welder Dias/Ônibus Brasil.

Tribunal deu prazo de dez dias corridos para que a documentação sobre o assunto seja apresentada

WILLIAN MOREIRA

O TCM-BA (Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia) notificou o prefeito da cidade de Vitória da Conquista, Herzem Gusmão Pereira, para que a Prefeitura preste esclarecimentos à Justiça sobre a escolha da empresa para o transporte coletivo.

A notificação foi publicada por meio do Diário Oficial Eletrônico em 10 de novembro de 2020. Segundo o documento, Herzem Gusmão tem dez dias corridos para apresentar a documentação solicitada deste processo.

No certame, a Atlântico Transportes LTDA foi selecionada para o Lote 2 sem processo licitatório, substituindo a Cidade Verde Transporte Rodoviário LTDA, onde, na ação ingressada, teria lesado a empresa que atuava no serviço, segundo o órgão de contas.

Até 20 de novembro, o prefeito deverá por meio eletrônico, apresentar o que lhe foi solicitado para que o TCM analise os documentos e decida sobre o tema.

Confira a publicação, na íntegra:

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta