Greve de ônibus é suspensa na Região Metropolitana de Goiânia

Sem acordo entre empresas e rodoviárias, TRT marcou reunião para quinta (12)

JESSICA MARQUES

A greve no transporte coletivo prevista para a madrugada desta segunda-feira, 09 de novembro de 2020, foi suspensa na Região Metropolitana de Goiânia.

A suspensão fica em vigor até que se chegue a um acordo entre o SET (Sindicato das Empresas de Transporte Público e Passageiros de Goiânia e Região Metropolitana) e o Sindicoletivo.

Para isso, uma nova reunião no TRT- 18ª (Tribunal Regional do Trabalho 18ª Região) foi marcada para a manhã desta quinta-feira (12).

Em nota, o presidente do SET, Adriano Oliveira, lamenta que não tenha se chegado a um acordo definitivo na noite desde domingo.

O SET informou que fez sua proposta de reajuste de 3,75% para os salários e 5% para o ticket alimentação, entendendo a necessidade dos trabalhadores e dentro do que a crise econômica agravada pela pandemia permitiu. O sindicato ressaltou ainda que as concessionárias já acumulam mais de R$ 60 milhões em dívidas no período da pandemia.

“Seguimos determinados a encontrar uma solução que não prejudique o usuário. Em nome dele e da mobilidade das cidades que compõem a RMTC (Rede Metropolitana de Transporte Coletivo), as empresas têm mantido a operação, empregos e entendendo o direito da categoria, se mantém disposta a trabalhar para evitar qualquer paralisação”, afirmou Oliveira.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

Deixe uma resposta