Consulta pública do Trem Intercidades deve ser realizada até dezembro

Trem da linha 7-Rubi em Jundiaí, que deve entrar na concessão

Concessão inclui também a Linha 7-Rubi da CPTM

WILLIAN MOREIRA

O Governo do Estado de São Paulo espera realizar até o mês de dezembro de 2020 uma consulta pública que envolverá a participação de fornecedores, investidores e sociedade em geral para receber opiniões e questionamentos sobre a criação e implantação do TIC (Trem Intercidades), que inclui a concessão da Linha 7-Rubi (Brás – Jundiaí).

A estimativa de demanda é de 565 mil pessoas por dia, somando o trem intercidades e a linha 7.

O novo serviço ligará a capital paulista até a cidade de Campinas, no interior, com o investimento do setor privado de R$ 1,4 bilhão.

Em publicação nas suas redes sociais, o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy disse que o governo está empenhado para “o quanto antes concluir os trâmites para dar continuidade ao projeto”.

Essa consulta pública será responsável por definir o modelo de concessão que deverá ter seu edital publicado no primeiro semestre de 2021.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Luiz Carlos Direnzi disse:

    Esse pessoal estuda muito e não realiza nada. Quando foi para extinguir os trens de passageiros não realizam estudos, nem consulta publica, nada. Simplesmente paralisaram tudo sem se quer ouvir a população.

  2. A Marmo G Freitas disse:

    Estou de acordo com o Luiz.

  3. Luiz batista, natural de SP disse:

    EU NÃO MÓRO POR AÍ,MAS QUANDO QUANDO VOU A JUNDIAÍ,DAQUÍ DE TABOÃO DA SERRA,A VIAJEM FICA MAIS DIFÍCIL.VOU DE TREM PORQUE EU ADORO ANDAR DE TREM,COSTUME ANTIGO,DESDE TABATINGA,SP.O TREM EXPRESSO ATÉ ARARAQUARA DE VERIA VOLTAR…PORQUE,AS RODOVIÁRIAS EXPLÓRAM OS PASSAGEIROS……

Deixe uma resposta