Vendas de ônibus acumulam queda de 33,7% nos dez primeiros meses de 2020

Segundo a federação, houve um aumento de 19,92% nas vendas de ônibus de setembro para outubro deste ano. Foto: Divulgação / Mascarello.

Em outubro, redução foi de 31,8%, segundo levantamento da Fenabrave

JESSICA MARQUES

As vendas de ônibus no Brasil acumularam uma queda de 33,7% nos dez primeiros meses de 2020. O levantamento foi divulgado pela Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores) nesta quarta-feira, 04 de novembro de 2020.

De janeiro a outubro deste ano, foram 14.924 unidades comercializadas, comparadas a 22.530 no mesmo período de 2019, segundo a federação.

Por sua vez, comparando outubro com o mesmo mês do ano passado, a redução foi de 31,8%, segundo o levantamento da Fenabrave. As vendas passaram de 2.700 para apenas 1.824.

RECUPERAÇÃO

Entretanto, a federação aponta que o setor está em um período de recuperação dentro do ano de 2020, em meio à crise gerada pela pandemia de Covid-19.

Isso porque houve um aumento de 19,92% nas vendas de ônibus de setembro para outubro deste ano, passando de 1.536 unidades comercializadas para 1.842.

“Nos últimos meses, as empresas de transporte, tanto as urbanas quanto as rodoviárias, vêm enfrentando problemas gerados pela pandemia, o que leva a uma retração nas vendas do segmento de ônibus. Além disso, a indústria também começa a sofrer problemas com o fornecimento de componentes. Até agora, grande parte do volume vendido ainda se deve ao Programa Caminho da Escola, do governo federal”, afirmou o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

No ranking histórico, o mês de outubro está na 11ª colocação entre todos os meses de outubro, e o acumulado de 2020 fica na 14ª posição histórica, desde 1957.

Leia também:

ENTREVISTA: Fretamento e escolares contribuem para produção de ônibus, mas não há previsão para recuperação do setor

VEÍCULOS EM GERAL

Considerando veículos em geral, os emplacamentos em outubro tiveram alta de 1,42% sobre o mês de setembro. Neste contexto, este é o sexto mês seguido de alta nas vendas e o melhor resultado do ano, até o momento.

De acordo com o levantamento, que tem como base os dados do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores), foram comercializadas 332.888 unidades, em outubro, ante 328.221, em setembro.

Na comparação com outubro de 2019 (367.599 unidades), a retração foi de 9,44%. Os números se referem a todos os segmentos automotivos somados (automóveis, comerciais leves, caminhões, ônibus, motocicletas, implementos rodoviários e outros).

“O mercado vem, gradativamente, retomando bons patamares de venda. Ainda que com o mesmo número de dias úteis (21) de setembro, em outubro tivemos o maior volume de emplacamentos de 2020”, detalhou o presidente da Fenabrave, sobre as vendas em geral.

PARTICIPAÇÃO DE MERCADO

A Mercedes-Benz segue liderando o mercado de ônibus, tanto no acumulado do ano quanto considerando apenas o mês de outubro. Em segundo lugar está a Volkswagen Caminhões e Ônibus.

Confira o ranking divulgado pela Fenabrave, na íntegra:

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta