Notícia de prisão de empresários de ônibus de Campinas é de 2011 e acusados já foram absolvidos

Imagem apenas ilustrativa

Segundo agência, houve erro técnico na republicação. A reportagem do Diário do Transporte voltou a checar com o Ministério Público que confirmou que a informação é antiga. Por este motivo que o site não veiculou por prudência nenhuma informação neste domingo e não replicou a notícia

ADAMO BAZANI

No último domingo, 01º de novembro de 2020, circulou a notícia de que empresários de ônibus da região de Campinas, no interior paulista, foram presos em uma operação do GAECO, grupo do Ministério Público do Estado de São Paulo, que investiga o crime organizado.

Entretanto, apesar da divulgação ter ocorrido em 01.11.20, a operação aconteceu na verdade em 30 de setembro de 2011, como na época divulgou o Diário do Transporte.

https://diariodotransporte.com.br/2011/09/30/prisao-de-belarmino-junior-e-outros-empresarios-de-onibus-esquema-de-fraudes-pode-ser-maior-ainda-acredita-ministerio-publico/

A reportagem do Diário do Transporte voltou a checar com o Ministério Público que confirmou que a informação é antiga. Por este motivo que o site não veiculou por prudência nenhuma informação neste domingo.

O processo sobre supostas fraudes em concorrências de contratos de fretamento foi encerrado com a absolvição dos empresários investigados como Belarmino Marta Júnior,  Ariovaldo Marta, Marcelo Pereira, Miguel Moreira Júnior e José Brijeito Júnior.

De acordo com a agência Estado aos assessores de imprensa dos empresários, houve um erro técnico de edição titulo ‘Promotoria pega RS 386 mil com empresários de ônibus de Campinas por cartel no transporte’

Os veículos de comunicação que assinam o serviço e reproduziram a nota foram comunicados.

Blogs e perfis que apenas replicaram a notícia sem a devida checagem e que não assinam o serviço não devem receber a notificação.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    Um absurdo o que o Jornal O Estado de São Paulo, fez ao publicar a notícia do Jornalista Fausto Macedo sem a devida checagem e confirmação da veracidade da notícia.
    Afinal o estrago que um tipo de notícia como a publicada pode causar enormes danos morais as pessoas citadas e as empresas.
    Agora uma nota de esclarecimento resolverá o caso ?
    A imprensa tem feito tantas matérias sobre a divulgação das chamadas “ Fake News “ e aí um dos maiores Jornais do País comete um erro como esse, é chegada a hora de termos um regulamento para conter tais fatos.
    Ou será que irão alegar perseguição aos meios de imprensa ?

  2. Samuel Joselito disse:

    Errinho Bobo !!!!

Deixe uma resposta