Funcionários da CPTM têm aulas online de Libras

Projeto é realizado em parceria com a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência

JESSICA MARQUES

A CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e a Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência firmaram uma parceira para aulas online de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) para funcionários que atuam na área de estações da companhia.

Ao todo, foram quatro turmas até o final de outubro, além de mais dez grupos entre novembro e dezembro deste ano. A primeira turma começou em 24 de outubro de 2020.

Em nota, Rosely Picazo, que integra a equipe de Desenvolvimento Pessoal, explicou que atualmente há dez profissionais com conhecimento sobre a linguagem nas estações da companhia, assim, é clara a necessidade de mais profissionais habilitados a lidar com passageiros surdos na CPTM.

“A iniciativa foi desenhada ainda em 2019 para aplicação em 2020, porém o cenário pandêmico atrapalhou o início. As aulas serão realizadas totalmente online e os alunos receberam material via internet com conteúdo de apoio para o curso”, informou a CPTM, em nota.

Cinco professores da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência irão se revezar para treinar os alunos. As aulas têm três horas de duração cada e acontecem em períodos confortáveis para os colaboradores. Rosely explica que inicialmente os profissionais terão atuação em estações que possuem mais demanda de pessoas com pessoas surdas.

Segundo levantamento do Instituto Locomotiva e a Semana da Acessibilidade Surda, realizado em 2019, há no Brasil cerca de 10,7 milhões de pessoas com deficiência auditiva e dessas 2,3 milhões têm surdez severa. Conforme a Base de Dados dos Direitos da Pessoa com Deficiência, no Estado de São Paulo há mais de 500 mil deficientes auditivos e a capital paulista concentra 120 mil deles.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta