Bilhete Único Comum de Campinas (SP) poderá ser recarregado por aplicativo e totens de autoatendimento

Ônibus municipal de Campinas. Foto: Divulgação.

Novidades entram em vigor a partir deste domingo (1º)

JESSICA MARQUES

A Transurc (Associação das Empresas de Transporte Urbano de Campinas), no interior de São Paulo, informou que o Bilhete Único Comum da cidade poderá ser recarregado por aplicativo e totens de autoatendimento.

As novidades entram em vigor a partir deste domingo, 1º de novembro de 2020. Assim, as passagens de ônibus poderão ser compradas pelo aplicativo Transurc Smart.

Além disso, ATMs (totens de autoatendimento) serão disponibilizados ao público também na primeira semana de novembro.

Pelo aplicativo Transurc Smart, o usuário poderá efetuar a compra com o uso de cartão de crédito. Nos ATMs, o passageiro podem usar as funções débito ou crédito para o pagamento. Os totens, inicialmente, serão instalados no Terminal Central e no Metropolitano.

Para fazer a compra, o passageiro deverá preencher os dados pessoais, cadastrar o número do cartão de transporte e as informações do cartão de crédito.

“O uso do Bilhete Único Comum, na grande maioria das vezes, pode ser feito imediatamente após a compra. Mas, como existem áreas de sombra de sinal de dados em alguns lugares, recomendamos que a aquisição seja feita com meia hora antes do uso”, orienta o diretor de Comunicação e Marketing, Paulo Barddal.

O aplicativo estava disponível apenas para a aquisição do QR Code (Quick Response Code: Código de Resposta Rápida na sigla em inglês). Segundo a Transurc, o passageiro pode escolher o valor que deseja recarregar e conseguirá acompanhar o saldo disponível, entre outras funcionalidades.

COMO USAR

Para usar o serviço, basta baixar o aplicativo Transurc Smart no smartphone e efetuar a compra. A ferramenta está disponível nas plataformas Android ou iOS.

Outra modalidade será a instalação das primeiras máquinas de autoatendimento, nos terminais Central e Metropolitano de Campinas, com funcionamento 24 horas.

Assim, o usuário que passar por um desses terminais e precisar comprar sua passagem de ônibus, vai poder utilizar a máquina de autoatendimento e pagar com seu cartão de crédito ou débito.

Desde o início do ano passado, o pagamento das passagens nos ônibus de Campinas só pode ser feito com o QR Code ou com algum dos cartões da família Bilhete Único – Vale-Transporte, Comum, Escolar, Universitário, Idoso, Gratuito ou Especial.

DESCONTOS

Segundo a Transurc, com o cartão comum, a passagem custa R$ 4,55. No pagamento pelo QR Code, o valor é de R$ 4,95. Além disso, o Bilhete Único proporciona a integração, ou seja, o uso de um segundo ônibus por um período de duas horas, pagando uma tarifa.

Apenas a partir da segunda integração nesse período (embarque no terceiro ônibus) é cobrada uma taxa de R$ 0,40. O benefício é válido para todos os dias da semana.

O Bilhete Único Comum é gratuito e pode ser feito por qualquer pessoa, mesmo não residente em Campinas, com a apresentação de CPF e RG.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta