Diário no Sul

Hoje tem Live do Diário do Transporte: como a ferramenta Workplace pode auxiliar a transformação digital das empresas do setor rodoviário

Casos exitosos da Viação Ouro e Prata e da empresa Sem Parar ilustrarão a importância da rede social na gestão de pessoas; evento terá participação especial de consultoria especializada

ALEXANDRE PELEGI

A Live que o Diário do Transporte promove nesta quinta-feira, 29 de outubro de 2020, às 17 horas, discutirá uma necessidade premente do setor de transporte rodoviário: a transformação digital que auxilie na gestão de pessoas.

Como das outras vezes, a ideia é explorar “cases” exitosos como demonstração de que, além de necessário, é possível sim promover a transformação digital em empresas de ônibus, muitas delas com décadas de tradição e sucesso, mas com o risco de perderem mercado num ambiente de constante transformação e novos desafios.

Muitas empresas hoje precisam mais do que nunca se reinventar diante da crise amplificada pela pandemia de coronavírus.

E para contribuir para essa situação, a Live discutirá os benefícios já vivenciados na utilização de uma ferramenta que tem promovido bastante a comunicação interna das empresas.

Servindo com uma alavanca na estratégia de transformação digital e na gestão de pessoas, o Workplace ganha cada vez mais espaço por suas características de colaboração, agilidade, protagonismo e navegação intuitiva.

Duas empresas que adotaram o Workplace – uma do setor de transporte rodoviário, a Viação Ouro e Prata, e outra de fora desse mercado, a Sem Parar –, vão detalhar as vantagens percebidas e os avanços obtidos.

Imagine as dificuldades de integrar e entrosar empresas que possuem funcionários atuando em locais diferentes. Como equilibrar os ambientes de trabalho, otimizar o trabalho remoto (home office), mesclar perfis de pessoas diferentes?

Com a mediação de Alexandre Pelegi, do Diário do Transporte, estarão presentes Carla Scandar, Diretora Comercial e Operações da Alest Consultoria, especializada em transformação digital; Fernanda Agnello Cabanilha, Coordenadora de Comunicação interna, Cultura e Engajamento da Sem Parar; e Luana Fleck, Diretora da Viação Ouro e Prata.

Saiba mais da realidade de cada uma dessas empresas:

VIAÇÃO OURO E PRATA – Representada por Luana Fleck

Diretora do Grupo Ouro e Prata

Luana Fleck é pós-graduada em Administração de Empresas e Mestre em Estratégia Empresarial pela Puc do Rio Grande do Sul. Pós-graduada em Gestão de Empresas de Transporte pela UFRGS, Gestão de Marketing pela Fundação Getúlio Vargas e Gestão de Empresas familiares pela HSM. Luana pertence à terceira geração do Grupo Ouro e Prata. É também diretora do Grupo e Vice Presidente da Abrati.

O Grupo Ouro e Prata é de origem gaúcha e possui mais de 80 anos de atuação, está na segunda geração da Família Fleck. É composto por sete empresas nos setores de transporte rodoviário e hidroviário de passageiros e transporte de encomendas, atendendo dez estados brasileiros. A Ouro e Prata foi a vencedora do Prêmio Abrati/ANTP, em 2019, com o seu Case do Workplace como ferramenta de inovação na comunicação da empresa.

SEM PARAR – Representada Fernanda Agnello Cabanilha

Coordenadora de Comunicação interna, Cultura e Engajamento.

A empresa Sem Parar começou em 2000, em uma iniciativa pioneira de um grupo de concessionárias de rodovias do Estado de São Paulo que enxergou o meio de pagamento de pedágio automático como um potencial negócio.

Desde 2016, a empresa faz parte do grupo FLEETCOR, líder global no fornecimento de soluções para pagamento comercial, sendo hoje uma empresa americana, que vai muito além do pedágio eletrônico. O portfólio atual do Sem Parar reúne produtos B2C e B2B, com soluções que trazem praticidade e facilidade no dia a dia dos clientes. Atualmente, além de continuar oferecendo o serviço de pedágio eletrônico, sendo a maior cobertura em rodovias pedagiadas (12 estados no Brasil e Distrito Federal), o Sem Parar também opera com sistema automático e/ou automatizado em mais de 1.400 estacionamentos de shoppings, aeroportos, universidades e centros comerciais, está em mais de 650 postos de combustível com operação em abastecimento, mais de 330 drive-thrus de restaurantes, em 150 lava-rápidos e parceria com empresa locadoras de veículos. São mais de 5,5 milhões (B2B e B2C) de clientes que têm à disposição todos esses serviços e contam ainda com o apoio de mais de 2.500 pontos de venda e atendimento (em torno de 700 lojas físicas, estabelecimentos credenciados, varejo, televendas e via web), oferecendo diversos planos, que se encaixam no perfil de cada consumidor.

A empresa conta com 1600 funcionários, sendo 700 profissionais na sede administrativa, em São Paulo e Osasco, e 900 vendedores celetistas por todo o Brasil.

ALEST CONSULTORIA – Representada por Carla Scandar

Diretora Comercial e Operações 

A Alest tem como missão simplificar e otimizar o dia-a-dia de seus Clientes, com soluções tecnológicas confiáveis. É uma empresa100% Digital. Não possui impressora e nem servidores há 5 anos em sua sede em São Paulo. A Alest diz acreditar que todas as empresas hoje são de Tecnologia, independente do seu segmento. Com isso em mente, conduz seus clientes a este novo olhar. Otimizam seus negócios com ferramentas de design criativo estratégico, colaboração, inovação e empreendedorismo.

A empresa é parceira do Google, Workplace from Facebook e Zendesk no Brasil

O encontro será transmitido pelo canal do Youtube do Diário do Transporte, a partir das 17h do dia 29 de outubro, próxima quinta-feira.



Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta