Operação da ANTT no Triângulo Mineiro apreende 11 veículos por transporte irregular de passageiros

Atuação dos fiscais ocorreu no âmbito da Operação Pascal, e seguiu de 18 até 21 de outubro de 2020

ALEXANDRE PELEGI

A equipe de fiscalização da ANTT no Triângulo Mineiro, especializada no combate ao transporte clandestino de passageiros, iniciou operação de fiscalização no dia 18 de outubro de 2020, ação que prosseguiu por quatro noites.

Em contato com a equipe que realizou a ação, o Diário do Transporte recebeu fotos e um relato resumido dos resultados que integram a Operação Pascal.

A atuação da equipe cobriu cidades como Uberlândia, Uberaba, Araguari, Comendador Gomes, Prata, Monte Alegre de Minas, Nova Ponte e Sacramento.

Segundo o agente Rodrigo Cardoso, foram apreendidos 11 veículos e realizada uma medida administrativa de retenção para correção de irregularidades.

Segundo a Agência, a maioria dos veículos apreendidos fazia o trecho São Paulo/SP até o Nordeste, e outros em direção ao Sul do País.

A fiscalização da ANTT se deparou com diversas irregularidades envolvendo ausência de documentos técnicos, passageiros não identificados, um deles de origem estrangeira, além de falta ou não funcionamento de itens de segurança, como extintores de incêndio, pneu de estepe ausente ou careca, trincos nos vidros, dentre outros”, explica Rodrigo.

Cerca de trezentos passageiros foram transbordados e enviados até seu destino por meio de empresas regulares.

A operação Pascal segue em todo o país até o final do ano, em situações pontuais e programadas.

VÍDEOS E IMAGENS DA OPERAÇÃO



Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Edgar disse:

    a questão que fica? Por que tantas pessoas utilizam este serviço? Será que a culpa não esta no serviço prestado pelas empresas ditas “regulares”? Que na verdade possuem uma autorização para operar.

Deixe uma resposta