EMTU, Artesp e SPTrans apreendem dez veículos por transporte clandestino em Guarulhos

Uma das vans apreendidas, segundo EMTU

Ação ocorreu também  no limite com a capital paulista. Outros 51 veículos foram autuados

ADAMO BAZANI

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) apreendeu 10 veículos, entre vans, micro-ônibus e carros de passeio, por transporte ilegal na região de Guarulhos, na Grande São Paulo, e limite com a capital paulista.

A operação ocorreu nos dias 15 e 19 de outubro, mas só foi divulgada nesta quarta-feira, 21 de agosto de 2020.

Os trabalhos foram realizados em parceria com a Artesp (Agência Reguladora dos Serviços Delegados de Transportes do Estado de São Paulo) e a SPTrans  (São Paulo Transporte), da capital paulista.

Além dos dez veículos apreendidos, foram autuados 51 também por transporte irregular.

Segundo nota da EMTU, grande parte destes veículos estava em condições inadequadas de funcionamento e conservação.

Um deles tinha mais de R$ 16 mil em pendências de multas de trânsito e; outro, além da punição da EMTU/SP por realizar transporte não autorizado, já tinha recebido 12 autuações da Polícia Militar por várias irregularidades verificadas na manutenção e na forma de condução.

De acordo com nota da EMTU, as ações contaram também com o apoio da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Estadual, além da Guarda Civil Metropolitana (GCM). Iniciada na primeira semana de setembro, a força-tarefa teve como resultado diversas apreensões e autuações.

Ainda na nota, a gerenciadora metropolita informou que, neste ano, foram retidos 168 veículos por transporte irregular.

“Neste ano, as operações realizadas pela EMTU/SP na Grande São Paulo já resultaram na retenção de 168 carros e na averiguação de outros 3.606. Essas fiscalizações são importantes porque propiciam mais segurança aos cidadãos. Os passageiros que quiserem utilizar o serviço de fretamento nas ligações entre os municípios da Região Metropolitana de São Paulo  podem verificar no site http://www.emtu.sp.gov.br se o veículo está cadastrado e se está com a documentação e inspeção em dia. Basta informar o número da placa.”

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Com esse governo que agora temos (âmbito federal), e com a pandemia, choveu oportunismos de todos os lados. Tudo pra ganhar uma grana, sem sequer estudar as leis vigentes, e respeitá-las, num país super burocrático. Sem CNH, ou cópia falsificada, autos sem revisões e vistorias, pneus carecas, sem extintor, sem cintos pra todos, é uma bomba ambulante com riscos de vida.

Deixe uma resposta