Seis novas linhas da JTP passam a operar em Porto Velho, diz prefeitura

Ônibus urbano da JTP

Ligações permitem integração com as linhas expressas e demais, desde que dentro do período de 90 minutos

ADAMO BAZANI

A partir desta terça-feira, 20 de outubro de 2020, a cidade de Porto Velho passou a contar com seis linhas novas operadas pela JTP Transportes, que assumiu recentemente o sistema de ônibus municipais.

De acordo com informações oficiais da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transportes (Semtran), os novos serviços são: 206A – Novo Horizonte, 206B – Novo Horizonte, 207A – Cidade do Lobo, 207B – Cidade do Lobo, 212 – União da Vitória, 213 – Presidente Roosevelt, 214 – Morar Melhor via Cemetron e 302 – Vila Dnit.

Todas estas ligações são integradas com as linhas expressas e demais, desde que dentro do período de 90 minutos, sentido único e com o COM CARD.

Segundo nota da prefeitura, por meio de sites, redes sociais oficiais e aplicativo de celular é possível saber horários e itinerários.

“Para saber quais os itinerários de cada linha e onde fazem integração, os usuários podem consultar o site da SEMTRAN, através do https://semtran.portovelho.ro.gov.br/horarios_dos_onibus , ou a página oficial da COM Porto Velho https://www.facebook.com/compvh , e ainda baixar o aplicativo “Cittamobi”, disponível para Android e IOS, no qual os usuários têm acesso as rotas, horários e ainda a previsão de chegada de cada linha e tempo de percurso da viagem.”

A JTP Transportes começou a operar na cidade em 01º de outubro de 2020 com 20 ônibus em linhas arteriais, como Zona Sul, Campos Sales, Palácio Rio Madeira, Norte-Sul, Expresso Raimundo Cantuária, Shopping e Hospital de Base.

O início da empresa estava previsto para o dia 17 de outubro, mas diante da paralisação do antigo operador Consórcio SIM, a JTP e o poder público entraram em acordo.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/09/30/porto-velho-antecipa-entrada-da-jtp-transportes-para-esta-quinta-feira-01o-de-outubro/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta