Depois de mais de cinco horas com lentidão, linha 11 da CPTM começa a normalizar operações

Embarque em trem da linha 11- Coral - Foto Arquivo - Ilustrativa

Raio atingiu rede aérea entre as estações Tatuapé e Itaquera

ADAMO BAZANI

Foi uma tarde difícil nesta terça-feira, 20 de outubro de 2020, para quem precisou da linha 11-Coral da CPTM.

As operações se normalizaram agora há pouco, às 19h05, com o passageiro ainda sentindo reflexos logo em seguida.

Às 13h48, os trens passaram a operar com velocidade reduzida e maior tempo de parada porque, segundo a CPTM, um raio atingiu a rede aérea entre as estações Tatuapé e Itaquera.

Passageiros enfrentaram lotação e maior tempo de espera nos trens e estações.

Equipes tiveram de trocar os equipamentos.

No meio da tarde, neste trecho, os trens tiveram de circular por via singela, ou seja, apenas por um trilho alternando os sentidos.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Acabo de ver nas redes sociais da CPTM a maioria reclamando, depreciando a empresa, mas nenhum é capaz de sugerir ideias para minimizar o problema. O Site da empresa, tem email, telefone de contato e o fale conosco, atendimento ao usuário etc, que, em tempos de comunicação digital eficiente, não é capaz de mandar recado, sugerir soluções, e sim reclamar. Estas pessoas esquecem que num caso como este, é obra da natureza, não é culpa da empresa e todos nós somos reféns do tempo e do seu humor..A maioria sabe, mas ignora..Já outros querem a privatização. Reze então para que se privatizada, não tenha um parente na empresa, em vista de ser demitido..

Deixe uma resposta