Governo Federal inicia junção das empresas públicas VALEC e EPL

Ministro da Infraestrutura anunciou a junção nesta segunda-feira, 19 de outubro de 2020, Foto; MInfra

Junção das estatais visa reduzir gastos públicos e tornar a gestão das empresas mais eficiente

ALEXANDRE PELEGI

O Governo Federal, por meio do Ministério da Infraestrutura (MInfra), anunciou nesta segunda-feira, 19 de outubro de 2020, a reestruturação e reorganização institucional da VALEC e da Empresa de Planejamento e Logística (EPL).

Com o processo ora iniciado, as duas instituições passam a constituir uma única empresa, que se chamará Infra S.A..

A VALEC Engenharia, Construções e Ferrovias S/A é uma empresa pública, sob a forma de sociedade por ações, controlada pela União através do Ministério da Infraestrutura. Já a Empresa de Planejamento e Logística S.A. é uma empresa pública, também vinculada ao Ministério da Infraestrutura, cujo objetivo prestar serviços na área de projetos, estudos e pesquisas destinados a subsidiar o planejamento da infraestrutura, da logística e dos transportes no país.

De acordo com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a incorporação das empresas irá reduzir os custos de manutenção da União e priorizará o que há de melhor em conhecimento e capital humano de ambas para projetos de infraestrutura.

A previsão é apresentar o plano de reestruturação em 90 dias. Já o processo de junção deve estar concluído em 270 dias.

Segundo comunicado do MInfra, serão realizadas avaliações trimestrais de acompanhamento da nova empresa após a implantação.

O que espero de todos os gestores e servidores da Valec e EPL é o engajamento nesse processo para que possamos projetar uma nova empresa que nasça sem as mazelas do passado, com governança e instrumentos que nos ajudem a pensar a infraestrutura no Brasil”, declarou o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Otimizar os gastos por meio de uma empresa mais enxuta, eficiente e sustentável é um dos principais objetivos da incorporação, segundo o comunicado.

A partir da junção, caberá à Infra S.A. estruturar os projetos de concessão de ativos à iniciativa privada em longo prazo.

O processo de transição será apoiado pela consultoria Falconi, especializada no segmento.

O head da Falconi, Vinícius Brum, apresentou os benefícios da junção, Foram citados, em encontro na tarde desta segunda-feira, benefícios como ganhos de escala e de eficiência; aumento de produtividade e redução de gastos de funcionamento; geração de mais de valor decorrente da soma de competências chave da Valec e da EPL; e transferência de conhecimento gerencial para gestores e técnicos.

Ainda segundo a Falconi, um novo modelo de negócios será criado pela consultoria, que contemplará as seguintes perspectivas: organizacional, operacional e de gestão e seu plano de implementação.

Os consultores apresentarão nos próximos 90 dias os resultados do modelo, com padrões para a governança do projeto e o alinhamento estratégico com os principais executivos das empresas.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta