Feriado de Aparecida deve superar o “7 de Setembro” em demanda nos ônibus rodoviários e Basílica não terá missas abertas

Publicado em: 9 de outubro de 2020

Em Aparecida, somente vão poder ingressar “ônibus de linha” Foto: Adamo Bazani

De acordo com projeções das empresas, a demanda é de 60% de antes da pandemia. Promoções e medidas contra a Covid-19 são apostas das viações. Santuário estará aberto apenas para visitações das 12h às 17h, com limitação de ocupação

ADAMO BAZANI

A demanda de passageiros nos ônibus rodoviários no feriado prolongado de Aparecida, 12 de outubro de 2020, deve superar o “feriadão” anterior, de Dia da Independência, em 07 de setembro.

A expectativa é das empresas de ônibus e concessionárias de terminais rodoviários.

Em São Paulo, pelos terminas Barra Funda (zonas Oeste), Tietê (zona Norte) e Jabaquara (zona Sul) devem passar 275 mil passageiros entre 09 e 13 de outubro, de acordo com a administradora Socicam. Os destinos mais procurados são Aparecida, Rio de Janeiro, Curitiba, Belo Horizonte e litoral de São Paulo.

Já pela Rodoviária do Rio, a previsão é de 112 mil passageiros e mais de quatro mil ônibus programados pelas companhias.

Os destinos mais procurados a partir da cidade do Rio de Janeiro são as regiões dos Lagos, Serrana e da Costa Verde do Estado e municípios de Minas Gerais, São Paulo e Espírito Santo.

PROMOÇÕES:

Apesar de a expectativa ser de demanda maior, a quantidade de passageiros registrada nos ônibus rodoviários não alcança os resultados alcançados antes da pandemia.

A Abrati – Associação Brasileira das Empresas de Transporte Terrestre de Passageiros estima que a média de passageiros está em 60% do habitual, mas no pico da Covid-19, o índice chegou a 10%.

As promoções estão entre as estratégias das companhias para atrair de novo os passageiros.

Por meio de nota, as viações UTIL e Sampaio, que operam as principais linhas rodoviárias do Sudeste e do Centro Oeste do país, informaram que foram lançadas promoções como “compre a ida e ganhe a volta” para quem adquire as passagens pelos aplicativos das empresas (Android e IOS).  As companhias do Grupo Guanabara, anunciaram também que passaram a oferecer até 60% de desconto em alguns destinos na campanha “Mais Rio por Menos”.

A campanha foi criada pela Associação Brasileira de Hotéis (ABIH) para os turistas que visitam a cidade do Rio de Janeiro.

As empresas do Grupo JCA, como Auto Viação 1001, Viação Cometa, Expresso do Sul e Catarinense, oferecem descontos de até 30% em viagens. Os preços promocionais também podem ser encontrados nos sites das companhias.

Também anunciaram promoções em seus sites a Gontijo Transportes, a Viação Itapemirim, a Roderotas, Grupo Águia Branca, Grupo Brasileiro, Reunidas Paulista, Expresso São Bento (de Santa Catarina), Pássaro Marron, Ouro e Prata, Garcia e Brasil Sul, Grupo Comporte e parceiras  (Breda, Empresa Cruz, Expresso Itamarati, Expresso Luxo, Expresso Maringá, Expresso União, Manoel Rodrigues, Pássaro Marron, Piracicabana, Princesa do Norte e Penha);  entre outras.

MEDIDAS CONTRA A COVID-19:

As companhias de ônibus e as administradoras de terminais dizem que também intensificaram as medidas de segurança e higiene para reduzir o risco de contágio pelo novo coronavírus.

Um dos exemplos é a parceria entre a Rodoviária do Rio e a Auto Viação 1001 que, com o apoio da ANTT – Agência Nacional de Transportes Terrestres, Secretaria Estadual de Transportes e CODERTE, lançou a campanha “Embarque Consciente”, para ressaltar a importância do uso correto da máscara durante o embarque e em todo o trajeto de viagem.

São realizadas esquetes teatrais durante todo o mês de outubro nos salões de embarque, nas plataformas e nos guichês.

“Atores interpretam o “coronavírus”, “o cidadão protegido”, “o passageiro descuidado”, “o guarda que aplica a multa” entre outros para educar e entreter de forma bem humorada quem está na espera pelo embarque ou entrando nos ônibus. Diversos painéis foram distribuídos pelo terminal rodoviário e os funcionários do atendimento ao cliente utilizarão camisetas com as mensagens da campanha que tem como principal mote o uso correto da máscara, além dos demais cuidados como distanciamento e uso de álcool em gel.” – explica a Rodoviária do Rio, por meio de nota.

APARECIDA SÓ COM RODOVIÁRIOS DE LINHA E SEM MISSAS:

Quem pretende ir ao Santuário de Aparecida deve estar atento.

A Basílica Nova estará aberta para visitação das 12h às 17h. Não haverá celebrações abertas ao público, que deve acompanhar de casa as missas. Haverá medição de temperatura corporal dos fiéis e regras de distanciamento.

Por meio de nota, a direção da Basílica informa como deve ser o esquema neste ano diante da pandemia de Covid-19.

“A decisão, informada no início de setembro pelo Santuário, foi motivada diante da pandemia do novo coronavírus. Para possibilitar a participação dos fiéis, a Rede Aparecida de Comunicação (TV, Rádio e A12) e as redes sociais do Santuário Nacional (Facebook e YouTube) irão transmitir ao vivo as festividades em louvor à Padroeira.

A principal missa do dia acontece às 9h no Altar Central da Basílica Nova. A celebração será presidida pelo arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes. No mesmo local, haverá ainda outra celebração às 18h, encerrando as comemorações.

Na Basílica Velha, as missas acontecem às 7h e 12h. Às 15h, a tradicional Consagração Solene será dedicada aos membros da Família dos Devotos, que de casa, devem assistir à cerimônia, que assim como as missas, não vai contar com a presença física dos romeiros.”

Os ônibus de excursão estão proibidos de acessar a cidade de Aparecida; assim, quem quiser ir para o Santuário e deixar o carro em casa, deve optar pelos ônibus de linhas regulares.

É necessário estar atento à ocupação dos veículos e às regras de distanciamento.

Por lei, o uso de máscara deve ser feito durante toda a viagem.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta