Greve de ônibus da Viação Marechal afeta parte do DF na manhã desta terça (06)

Publicado em: 6 de outubro de 2020

Ônibus da Auto Viação Marechal, que opera a área 4 do DF (foro arquivo/ilustrativa)

Trabalhadores reclamam de falta de pagamento e empresa de queda na arrecadação

ADAMO BAZANI

Passageiros que utilizam a Auto Viação Marechal, no Distrito Federal, amanheceram sem ônibus nesta terça-feira, 06 de outubro de 2020.

Os trabalhadores reclamam de atrasos nos pagamentos de salários e benefícios.

São 489 ônibus que estão parados.

Já é a segunda greve em pouco mais de duas semanas.

Como mostrou o Diário do Transporte, no dia 21 de setembro, os trabalhadores cruzaram os braços em decorrência do atraso no pagamento do “vale”, que é o adiantamento salarial previsto na convenção da categoria.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/09/21/greve-de-onibus-da-viacao-marechal-no-df/

A empresa de ônibus diz que está com dificuldades financeiras por causa da queda de demanda de passageiros provocada pela crise da Covid-19.

A companhia ainda alega que foi obrigada a manter 100% da frota em circulação na vigência da pandemia, mas a demanda de passageiros caiu para 40% de antes da doença.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. William Cordeiro De Brito disse:

    O que é pior marechal receber pouco ou não receber nada ? Quanto podia ter arrecadado hoje? No final das contas sempre sobra pra quem?para nós os passageiros que precisam ir trabalhar e qual é a forma de funcionários e empresas de transporte conseguirem o que querem?prejudicar a nos passageiros!passagens caríssimas, ônibus velhos ,atedimento precário e mais, nunca ouvi falar que empressas de ônibus falirem a não ser depois que perde o direito de prestar o serviços horrível. Então essa conversa de não ter dinheiro É só uma forma de pressionar o governo a fazer o que vocês querem ,deixam de pagar o que é direito aos funcionários assim ele entram em greve e assim o é obrigado a negociar com vocês, não venham dizer que não sabem de greve. É só mais uma forma se suas exigências ou reclamações sejam ouvidas .

Deixe uma resposta