Município de São Paulo e Otima firmam convênio para novos parâmetros de wi-fi em abrigos de ônibus

Publicado em: 29 de setembro de 2020

Contrato com a Otima é de 25 anos

Duração é de 60 meses e não haverá transferência de recursos

ADAMO BAZANI

A Secretaria Municipal de Inovação e Tecnologia e a concessionária das paradas de ônibus Otima firmaram um convênio para definição de um novo modelo e novos parâmetros para o sinal de internet via wi-fi oferecido em abrigos de espera para os passageiros.

O extrato de convênio foi publicado no Diário Oficial da cidade desta terça-feira, 29 de setembro de 2020.

A duração prevista é de 60 meses, com a possibilidade de prorrogação.

Trata-se de uma colaboração técnica e, segundo os termos do extrato, não haverá transferências de recursos entre a secretaria e a empresa.

O presente Termo de Cooperação tem por objeto a Parametrização do fornecimento de conexão à internet aos cidadãos, gratuitamente, por meio de Wi-Fi, nos abrigos de ônibus oferecido pela concessionária Ótima. DOS RECURSOS FINANCEIROS: O presente Termo de Cooperação Técnica não contemplará transferência de recursos financeiros entre os partícipes. DA VIGÊNCIA: O prazo de vigência do termo será de 60 (sessenta) meses, contados da data de sua assinatura, podendo ser prorrogado nos termos da Lei.

Como mostrou o Diário do Transporte em 2017, a concessionária começou a instalar os primeiros serviços de wi-fi nos abrigos de ônibus de maior movimento, inicialmente, em 120 locais.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2017/12/18/concessionaria-de-abrigos-de-onibus-em-sp-instala-wi-fi-em-120-pontos/

A Otima mantém um contrato de 25 anos de concessão com a Prefeitura de São Paulo, assinado em 2012, para reformar e trocar pontos de ônibus e abrigos. Os investimentos nesse período devem ser de R$ 636 milhões.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta