ÁUDIO: Doria diz que frota da EMTU nas ruas deve voltar a 100% até o fim do ano

Publicado em: 29 de setembro de 2020

Ônibus metropolitano

Em entrevista coletiva durante entrega de obras na região de Campinas, governador disse que percentual está subindo aos poucos

ADAMO BAZANI

A frota de ônibus gerenciada pela EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos deve voltar até o fim do ano à totalidade das escalas como antes da pandemia de Covid-19.

A promessa foi feita nesta terça-feira, 29 de setembro de 2020, pelo governador João Doria em entrevista coletiva durante a entrega de obras na região de Campinas, no interior paulista.

“Nós estamos fazendo a volta de toda a frota metropolitana, não apenas aqui na região de Campinas, mas em todo o estado de São Paulo. […] Gradualmente, estamos ampliando a oferta, mas sempre recomendando às pessoas que usem máscaras, que obedeçam, se possível, o distanciamento social e usem álcool em gel.”, disse o governador, segundo transmissão da EPTV, de Campinas, filiada da TV Globo.

Ouça:

A frota tem variado entre 50% e 80% dependendo dos horários e das linhas, mas a demanda está entre 40% e 70%, também conforme a faixa horária e o itinerário.

Em redes sociais, passageiros têm reclamado de superlotação e demora em alguns trajetos.

Na entrevista coletiva, o governador também afirmou que a região de Campinas pode ser elevada para a fase verde do plano de quarentena, uma das menos restritivas, na próxima atualização, prevista para 09 de outubro.

Com isso, mais atividades devem estar em funcionamento o que pode impactar a demanda dos ônibus.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Roston Gomes disse:

    Integracao das Linhas Municipais com as Intermunicipais AONDE aqui em Sao Paulo nao tem Integracao entre a EMTU e SPTRANS e nenhum municipio da Grande Sao Paulo estes POLITICOS MENTEM DEMAIS aqui pelo CONTRARIO O BRINO COVAS MANDOU CANCELAR DEFINITIVAMENTE VARIAS LINHAS METROPOLITANAS DA GRANDE SAO PAULO E JOAO DORIA NAO SE MANIFESTOU A RESPEITO DISTO

Deixe uma resposta