Sant’Ana do Livramento (RS) retoma pré-instalação da bilhetagem eletrônica com suporte da Transdata

Publicado em: 26 de setembro de 2020

Ônibus da empresa São Jorge (Transporte Tomaz), integrante do STU. Foto: Rafael Nunes Pereira

Processo estava suspenso devido à pandemia do Coronavírus, e previsão é que sistema entre em operação em outubro

ALEXANDRE PELEGI

O Sindicado dos Transportes Urbanos (STU), que reúne as empresas que atuam no transporte coletivo de Sant’Ana do Livramento, no Rio Grande do Sul, começo a fase de pré-instalação do sistema de bilhetagem eletrônica com apoio da empresa de tecnologia Transdata.

O processo estava suspenso devido à pandemia do Coronavírus, e agora segue a retomada gradativamente.

Em setembro, os funcionários e os ônibus já começaram a realizar testes do sistema, que será operado com validadores Transdata modelo V5.

Por causa da pandemia a fase de capacitação está sendo feita de forma virtual por técnicos da Transdata.

A bilhetagem estava programa para começar em abril, o que acabou suspenso por causa das medidas restritivas que impediram a ida do pessoal da empresa de tecnologia.

O processo de cadastramento dos usuários, que havia começado em janeiro e também acabou suspendo devido à pandemia, está sendo retomado no STU. Apenas os estudantes ainda não passaram por essa fase, o que depende agora do retorno às aulas.

No caso dos idosos, os com idade entre 60 e 64 precisam atualizar o cadastro. Eles somente estarão aptos ao benefício da gratuidade se comprovarem situação de carência, seja por meio do cadastro único ou outro comprovante de benefício de programa social.

Já os aposentados, que não têm direito a nenhum benefício, estes passarão a pagar meia passagem.

A direção do STU estima que o sistema de bilhetagem deve funcionar já em outubro.

Empresas que integram o STU:

Fonseca – assumiu linhas da empresa Ferrão em 1989. Atua no transporte urbano local há mais de 31 anos;

Transporte Tomaz (São Jorge) – atua no serviço de transporte de passageiros desde o início de suas atividades, na década de 80;

Vaucher – atua no transporte coletivo em Alegrete, Sant’Ana do Livramento e Uruguaiana, fundada em 1988;

Sosal – fundada em 1989, substituiu a empresa Cotrial por meio de contrato emergencial a partir do ano de 1992. É responsável por 14 linhas de transporte coletivo urbano em Sant’Ana do Livramento.



Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta