Sem trabalhar há seis meses, funcionários dos transportes de Itabuna (BA) protestam pela volta das linhas

Publicado em: 14 de setembro de 2020

Ônibus em Itabuna

Empresas reclamam de falta de condições financeiras para retomar serviços

ADAMO BAZANI

Funcionários do sistema de transportes de Itabuna, no Sul da Bahia, fizeram uma manifestação nesta segunda-feira, 14 de setembro de 2020, pedindo o retorno às atividades.

Os profissionais estão sem trabalhar desde março, quando começou a pandemia de Covid-19.

O prefeito Fernando Gomes autorizou a retomada das linhas em 05 de agosto de 2020, mas as companhias de ônibus alegam não ter condições financeiras de voltarem a operar.

Ao programa “BA – Meio Dia”, da TV Globo,  a prefeitura informou que já pagou um repasse de R$ 376 mil que devia para as companhias de ônibus.

A Associação das Empresas de Transportes Urbanos de Itabuna- AETU diz que a dívida é de cerca de R$ 1 milhão.

Já o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Itabuna (Sindirov), Arlesen Nascimento, disse que os trabalhadores estão sem receber salários há seis meses e reclamou da atitude da prefeitura de cadastrar o transporte alternativo para fazer as linhas de ônibus.

Os trabalhadores percorreram vias da cidade entre a sede do sindicato e a prefeitura.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta