Universidade Federal do Pará desenvolve projeto com usina de geração de energia fotovoltaica e ônibus elétrico

Publicado em: 12 de setembro de 2020

Foto: Divulgação UFPA

Com o nome de “Sistema Inteligente Multimodal da Amazônia”, projeto tem parceria da BYD e visa promover melhor eficiência energética

ALEXANDRE PELEGI

A Universidade Federal do Pará (UFPA) está desenvolvendo um projeto para melhorar a eficiência energética no Campus da capital Belém.

Denominado “Sistema Inteligente Multimodal da Amazônia” (SIMA), a UFPA está criando uma usina de geração de energia fotovoltaica dentro da instituição, com uso de ônibus e barcos elétricos, sistema de armazenamento à baterias, e eletro postos de abastecimento com a energia gerada.

O primeiro ônibus previsto no projeto já chegou ao campus, e entrará em circulação assim que as atividades escolares forem normalizadas. Trata-se de um ônibus BYD, modelo Viaggio G7 da Marcopolo 1050.

O SIMA é resultado de parceria entre a Norte Energia, o CPqD, a ABB, a BYD, e a UFPA.

A rede foi formada pelo do Centro de Excelência em Eficiência Energética da Amazônia (Ceamazon), com a coordenação da professora Maria Emília Tostes.

A professora Maria Emília Tostes explica que a Universidade acabou de receber o primeiro ônibus totalmente elétrico. “Serão dois modelos de ônibus elétrico comercial, um urbano e outro rodoviário. O urbano fará o percurso interno ao Campus Guamá, em substituição a um dos veículos a combustível fóssil da frota existente. O segundo ônibus fará a viagem entre os Campi Guamá e Castanhal da UFPA. O terceiro veículo, o barco, está sendo projetado e fabricado como um protótipo. Terá os conceitos de energia renovável/limpa com eficiência em sistemas de transporte, garantindo segurança, conforto e baixo custo de operação do sistema proposto“, detalhou a professora.

A comunidade ribeirinha do entorno da UFPA poderá usar o barco que será totalmente elétrico, com geração fotovoltaica própria e baterias para armazenamento.

O sistema de transporte inteligente, SIMA, será estruturado em seis subsistemas interligados.

De acordo com comunicado da UFPA, entre os serviços ofertados estão a implantação de um sistema piloto de Mobilidade Elétrica Urbana composto pelos modais (transportes) ônibus elétrico e barco elétrico; um projeto e construção de um barco movido a energia solar fotovoltaica, com sistema de armazenamento; implantação de um Sistema Fotovoltaico de Geração de Energia Elétrica de apoio aos veículos elétricos; um Sistema de Armazenamento de Energia Elétrica; um sistema de abastecimento com eletropostos para atender aos veículos elétricos; desenvolvimento de um sistema de gestão inteligente com comunicação wireless e armazenamento e processamento em nuvem e um Modelo de Negócio visando inserir os produtos gerados no mercado.

Após os resultados obtidos, o modelo de negócios que será gerado pelo Projeto Piloto do SIMA, estará pronto para ser implementado por diversos setores do mercado. Poderá inserir os produtos gerados em suas próprias sedes e em outros campi  da UFPA, como ferramenta de gestão de suas frotas veiculares ou utilizar as informações adquiridas no projeto para gerar  modelos de negócio a serem ofertados para possíveis clientes”, informa o comunicado.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta