Sarapuí (SP) retoma o transporte coletivo suspenso desde março

Publicado em: 5 de setembro de 2020

Cidade vai retomar aos poucos atividades

Inicialmente a linha entre o município e Itapetininga volta a operar

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura de Sarapuí, no interior de São Paulo, decidiu, após reunião com o setor empresarial, colocar em prática novas medidas de combate e prevenção ao novo coronavírus, dentre elas o retorno da circulação de ônibus.

O principal objetivo é dar uma opção de descolamento aos trabalhadores que atuam em municípios vizinhos.

Por essa razão, inicialmente a linha intermunicipal entre o município e Itapetininga será retomada de segunda a sábados em horários específicos.

De acordo com a gestão municipal, a empresa que opera o transporte seguirá de forma rigorosa as medidas de prevenção a Covid-19.

Veja baixo os horários dos coletivos.

Itapetininga/Sarapuí (Ida): 7h e 18h, de segunda a sexta-feira. Sábados às 7h e 12h.

Sarapuí/Itapetininga (volta): 8h e 19h de segunda a sexta-feira. Sábados 8h e 13h.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Marilza Lima disse:

    Isso pode ser chamado de “transporte coletivo”? Infelizmente Sarapuí não tem transporte coletivo, as poucas ruas que tem são cheias de buracos, não tem zelo pelos idosos ( visitem o abrigo para idosos da cidade para comprovar o que escrevo! Nem janelas inteiras tem!!!), na área de saúde não preciso nem comentar!!! 3 anos para um exame agendado é o tempo de espera que uma conhecida teve q esperar (se precisar de testemunha eu tenho para comprovar). Enfim…tudo q dependemos da política pública não funciona!! Eleições próximas e propaganda enganosa à vista!! Aguardem!! Ah!! Já ia esquecendo de citar que aqui não houve nenhum tipo de prevenção contra o corona vírus! Tudo caminhando como se nada estivesse acontecendo!! Óbvio que não morreu ninguém na cidade da doença, pois quem foi contaminado morreu em Sorocaba, Itapetininga…

Deixe uma resposta para Marilza Lima Cancelar resposta