Porto Velho (RO) fica sem transporte com apreensão de ônibus do Consórcio SIM

Publicado em: 5 de setembro de 2020

Apreensão pegou passageiros de surpresa

Veículos foram recolhidos em cumprimento a mandado judicial por não pagamento de dívida

ADAMO BAZANI

Passageiros que dependem do transporte coletivo de Porto Velho foram pegos de surpresa na manhã deste sábado, 05 de setembro de 2020, pela falta de prestação de serviços.

Mas não foi greve de motoristas que ocorreu.

Ao menos 12 ônibus foram apreendidos por uma determinação do juiz Igor Queiroz, da 21ª Vara Cível da Comarca de Belo Horizonte em decorrência de uma dívida não paga.

Segundo informações do G1-Rondônia e Rede Amazônica, o mandado determinava a apreensão de 30 coletivos.

Ainda não foi definida como será a operação.

NOVA EMPRESA:

O sistema de transportes de Porto Velho vive um momento de expectativa. Após um longo processo de licitação, a empresa JTP, de Embu das Artes (SP) vai assumir os serviços.

Entretanto, em relação aos cronogramas de antes da pandemia, o início das operações foi postergado e só deve ocorrer em 17 de outubro.

Como mostrou o Diário do Transporte, a prefeitura vai abrir novos postos de atendimento para cadastrar os passageiros para a nova bilhetagem eletrônica.

A JTP deve colocar 143 ônibus no sistema, dos quais, 40 zero km.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/09/04/para-entrada-de-jtp-porto-velho-abre-tres-pontos-de-cadastramento-para-nova-bilhetagem-eletronica/

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Com informações G1-RO

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta