Genebra instala “buzinas automáticas” em trólebus para alertar pedestres

Publicado em: 5 de setembro de 2020

Trólebus em Genebra estão cada vez mais modernos. Foto: Leonard Boissonnas/20 min

De acordo com autoridades de transportes locais, novos modelos estão cada vez mais silenciosos e medo é que pedestres não se atentem à aproximação dos veículos

ADAMO BAZANI

Genebra, na Suíça, é uma cidade que aposta no trólebus como solução de transporte não poluente e de baixo custo de aquisição, operação e manutenção.

E os 25 trólebus VanHool ExquiCity adquiridos recentemente receberam um sistema automático sonoro de alerta de aproximação para evitar acidentes, em especial atropelamentos.

Chamado de AVAS (Acoustic Vehicle Alerting System), o sistema emite um som (muito parecido com os dos bondes) que, segundo os responsáveis pelo gerenciamento do TPG (Transporte Público de Genebra), é acionado automaticamente quando o trólebus desenvolve uma velocidade inferior a 20 km/h

Ao jornal “20min”, o porta-voz do TPG, François Mutter, disse que o som não é alto e nem estridente, mas por causa de sua frequência pode ser percebido por pedestres mesmo usando fones de ouvidos.

Segundo o gestor, os trólebus estão cada vez mais modernos e silenciosos e os equipamentos são para a prevenção de acidentes.

“Os veículos elétricos estão cada vez mais silenciosos, a ponto de serem confundidos com o ruído ambiente em um ambiente urbano. Em virtude de sua frequência, o toque deste dispositivo de advertência deve permitir que os trólebus sejam ouvidos, mesmo quando um pedestre está se movendo usando um fone de ouvido.”

Até o fim de setembro, outros 33 trólebus devem receber o dispositivo.

Outro sistema que investiu em sinais sonoros para trólebus foi o da região de Lausanne (tl), mas com acionamento pelo motorista.

Em breve, os veículos vão receber o AVAS.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta