Mercedes-Benz vende 116 ônibus para o Grupo Comporte e mantém a liderança nas vendas de ônibus no Brasil

Publicado em: 31 de agosto de 2020

Fonte: Divulgação

De janeiro a julho deste ano, a marca emplacou 3.896 ônibus

ALEXANDRE PELEGI

A Mercedes-Benz mantém sua liderança nas vendas de ônibus no País, mesmo com o volume menor diante do quadro de crise decorrente da pandemia de Covid-19.

De janeiro a julho deste ano, a marca emplacou 3.896 ônibus, conquistando 54,5% de participação de mercado no segmento acima de 8 toneladas de PBT – peso bruto total. Isso significa 2.3 pontos a mais em relação aos 52,2% do mesmo período de 2019.

Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus, informa que a fabricante é a responsável pela maior parte das vendas de ônibus para fretamento em 2020. “Considerando o volume acumulado de janeiro a julho, foram emplacadas 329 unidades desse segmento em 2020, o que dá à marca 55% de market share”, informa.

Para reforçar essa posição, há poucos dias a empresa vendeu para o Grupo Comporte 116 novos ônibus direcionados ao serviço de fretamento.

Além desses veículos, foram adquiridos ainda 22 unidades da Sprinter Van de passageiro com 15 lugares.

Joaquim Constantino, diretor da companhia, esteve na Empresa em São Bernardo do Campo para receber os ônibus junto aos executivos Karl Deppen, presidente da Mercedes-Benz do Brasil & CEO América Latina, Roberto Leoncini, vice-presidente de Vendas e Marketing Caminhões e Ônibus e Walter Barbosa, diretor de Vendas e Marketing Ônibus (foto abaixo).



Temos o compromisso de renovar a nossa frota anualmente. Com a Mercedes-Benz, encontramos mais segurança e melhor custo operacional para os nossos serviços. Somente no primeiro semestre deste ano, renovamos mais de 500 veículos da marca e, agora, compramos outros 116 ônibus e 22 vans Sprinter, totalizando 638 novos produtos em 2020”, afirma Joaquim Constantino.

O diretor do Grupo Comporte destacou a parceria de longa data com a Mercedes-Benz, de mais de 50 anos.

Entre os modelos desse novo lote, destacam-se 50 ônibus O 500 M, 50 unidades do OF 1519, seis modelos do O 500 RSD, seis ônibus O 500 RS e outras quatro unidades do O 500 R.

A expectativa é que os veículos entrem em operação no mês de setembro.

Walter Barbosa afirmou que apesar do momento complicado da economia, o ônibus mantém a sua importância para a mobilidade urbana. “Como líder de vendas no País, a Mercedes-Benz mobiliza diversos players do segmento, como empresas de transporte, sejam elas urbanas ou rodoviárias”, ressaltou. “Todos os anos, nós vendemos veículos para o Grupo Comporte. Isso comprova a preferência dos clientes pela nossa marca que é preocupada em ouvir e atender suas demandas”.

Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, boa noite.

    A Piracicabana não combina com vermelho e sim com azul turquesa.

    O mesmo acontece com a Manoel Rodrigues que o azul não combina e sim o verde.

    Mas …

    SAÚDE A TODOS

    Att,

    Paulo Gil

  2. Keno disse:

    Bons tempos que a Viação Piracicabana possuía uma frota baseada em Scania 112 encarroçados em Marcopolo Viaggio.

  3. Luciano Vieira disse:

    O grupo Constantino ou Comporte sempre renovando sua frota que é uma das maiores do Brasil!!!

Deixe uma resposta