ANTT deflagra Operação Pascal em Alagoas nesta terça-feira, 18

Publicado em: 18 de agosto de 2020

Foto: ANTP

Fiscalização começou em diversos pontos da região metropolitana da capital alagoana

ALEXANDRE PELEGI

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) iniciou nesta terça-feira, 18 de agosto de 2020, mais uma etapa da Operação Pascal.

Através do seu Grupo Tático de Pronto Emprego – GTPE, a ANTT começou o trabalho no estado de Alagoas.

A operação hoje foi na capital Maceió e região.

Participam fiscais federais do GTPE/ANTT, além da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado (ARSAL) e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv).

Pela manhã, um veículo foi abordado na BR-104, próximo a CEASA. Após desobedecer ordem de parada, acabou sendo perseguido e interceptado próximo à uma comunidade às margens da rodovia.

O veículo estava em péssimo estado de conservação e manutenção, inclusive com pneus com carecas”, informa a ANTT em comunicado.

O condutor do veículo, que possui habilitação (CNH), ainda escondeu a chave do veículo. Ao consultá-lo, a fiscalização verificou que ele responde por crimes de furto e direção perigosa, ambos no estado de Pernambuco.

A ANTT constatou ainda o transporte rodoviário interestadual clandestino de passageiros entre Recife/PE e Maceió/Al, e apreendeu o veículo utilizado. O infrator foi conduzido pela ANTT à Superintendência da Polícia Federal.

Ja outra equipe abordou um veículo de passageiros transportando uma carga de peito de frango congelado sem qualquer acondicionamento na BR-316.

O veículo, além de não ser próprio para o transporte de cargas, não possuía refrigeração e seguiria viagem por mais 120 quilômetros.

A Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (ADEAL) foi acionada e toda a carga precisou ser incinerada por ser imprópria ao consumo humano.

O infrator foi autuado pela ANTT e ADEAL.

Como informa a ANTT, a Operação Pascal ocorre em todo país e visa combater o transporte rodoviário interestadual clandestino de passageiros.

A fiscalização segue por prazo indeterminado. Somente esse ano já foram apreendidos mais de 650 veículos cerca de 1500 autos de infração foram lavrados.

Denúncias sobre transporte clandestino de passageiros podem ser encaminhadas a ANTT através do telefone 166, do e-mail ouvidoria@antt.gov.br, e do WhatsApp (61) 9688-4306.


Um motorista foi preso por já responder por crimes de furto e direção perigosa no estado de Pernambuco.


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta