Créditos temporais do Bilhete Único não utilizados na quarentena serão restituídos, diz SPTrans

Publicado em: 17 de agosto de 2020

Ônibus do sistema municipal de São Paulo

Para isso, passageiro deve agendar atendimento para ir a posto da gerenciadora dos transportes

ADAMO BAZANI

Por causa da quarentena no Estado de São Paulo, que começou em 23 de março e ainda está em vigor, muita gente teve a rotina mudada e ficou em casa, principalmente nas fases iniciais com as restrições mais rígidas, não utilizando os créditos do Bilhete Único do sistema de ônibus da capital paulista, que também é aceito nos trens da CPTM e do Metrô.

Leitores entraram em contato com o Diário do Transporte questionando sobre o que aconteceria com os créditos já adquiridos e não usados em razão da quarentena para conter o avanço da Covid-19.

Segundo a SPTrans – São Paulo Transporte, em resposta à reportagem, os créditos temporais não utilizados durante a quarentena poderão ser restituídos, mas a é necessário fazer o agendamento para atendimento presencial no Posto Central, que fica na Rua Boa Vista, 274, na região central da cidade.

O agendamento é feito pela internet por meio do site www.sptrans.com.br/agendamento  ou por telefone, na Central 156. Não adianta ir ao posto sem agendar antes.

Os créditos temporais são aqueles das modalidades diária ou mensal.

Como mostrou o Diário do Transporte, em abril de 2019, o prefeito Bruno Covas publicou portaria com novas regras para o Bilhete Único, entre as quais, que validade dos créditos temporais passa a contra a partir da primeira utilização no ônibus ou terminal. Segundo a SPTrans, a partir da data e horário da primeira utilização, o usuário pode utilizar 10 vezes ao dia por até 31 dias.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta