Osasco terá ônibus com tecido contra Covid-19. Cidade consegue na Justiça ficar na fase amarela

Publicado em: 11 de agosto de 2020

Tecido reveste bancos e balaústres

Veículo é da Viação Osasco e foi apresentado por prefeito

ADAMO BAZANI

Osasco se torna a primeira cidade da Grande São Paulo a ter um ônibus dotado de tecido especial que, segundo as fabricantes, pode neutralizar micro-organismos, dentre os quais, o novo coronavírus, causador da Covid-19.

O veículo pertence à Viação Osasco e foi apresentado pelo prefeito Rogério Lins nesta segunda-feira, 10 de agosto de 2020.

Em redes sociais, Lins disse que os testes vão durar uma semana e o sistema deve ser adotado nos outros ônibus municipais. As linhas da cidade são operadas pela Viação Osasco e pela Urubupungá.

“Em caráter experimental e sem custos ao município, Osasco será a 1ª Cidade do Brasil a testar um Ônibus com tecidos antivirais na parte interna do coletivo, que impede a propagação de Vírus e Bactérias nas áreas de contato. A empresa responsável pelo projeto é a Rhodia, que possui laudo comprobatório do IPT, Instituto de Pesquisas Tecnológicas. Após período experimental de 7 dias, as empresas ampliarão as instalações em outras linhas municipais” – diz o prefeito na nota.

Como havia anunciado o Diário do Transporte, o tecido foi desenvolvido em parceria entre as indústrias Chroma-Líquido Tecidos Tecnológicos e Rhodia Química, com a participação das fabricantes de carrocerias Caio e Busscar nos testes.

O tecido é formado por fios de poliamida.  O material tem em sua composição a prata, que possui agentes contra micro-organismos, inclusive nos chamados vírus envelopados, como vírus influenza, herpesvírus, coronavírus, entre outros.

Haverá testes também no Metrô de São Paulo.

Relembre:

https://diariodotransporte.com.br/2020/07/29/tecido-contra-covid-19-sera-testado-em-metro-e-onibus-de-sao-paulo-circularao-revestimento-diz-fabricante/

Tecido reveste bancos e balaústres

FASE AMARELA:

A prefeitura conseguiu na Justiça uma liminar (decisão provisória) para continuar na fase amarela do plano de quarentena do governador João Doria.

Na semana passada, o comitê de contingência da Covid-19 do estado “rebaixou” a região Oeste da Grande São Paulo da fase amarela para a fase laranja, mais restritiva.

A região reúne as cidades de Barueri, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus e Santana de Parnaíba.

A argumentação do governo do Estado é que houve crescimento no número de casos e óbitos, além de aumento da ocupação dos leitos hospitalares na região.

A prefeitura sustenta, por sua vez, que isoladamente, os índices de saúde na cidade a qualificam a permanecer na fase amarela.

Adamo Baznai, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Toda ação contra o COVID-19 é louvável; porém eu particularmente tenho minhas dívidas.

    Um tecido irá impregnar mais sujeira e sua manutenção será muiiiiiiiito mais complexa, inclusive naqueles locais o onde há uma costura um tanto quanto grotesa.

    Uma curiosidade:

    O tecido será lavado ou trocado com que periodicidade?

    Talvez o banco revestido com esse tecido já montagem do banco na encarroçadora fique algo mais bem feito

    Se a Rodia puder maiores esclarecimentos será legal para o conhecimento de todos.

    E a Transpass, vai embarcar nessa?

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão”

  2. Luiz disse:

    As pessoas ainda estão andando sem máscaras e fazendo aglomeração em padarias e bares e botecos a igreja universal do santa Maria vive cheia e não vejo nenhuma fiscalização e ainda tem pessoas morrendo.

  3. Ed disse:

    Só se for 1 ônibus a cada 100 né

  4. Merly disse:

    Boa tarde!Não acredito que vá ajudar inserir um tecido , se a empresa não faz higienização diária nós ônibus.

  5. Maria do Socorro disse:

    Acho que se todos obedecerem as regras ao entrarem no onibus como usar mascaras e álcool em gel seria tudo mais facil ! mas tambem não havendo higienização no onibus, nada feito.

  6. ANTONIO ALMIR DE ALENCAR disse:

    Osasco tem que voltar pra fase laranja, só não tem leitos lotados pq o prefeito autoriza pra não deixar no hospital e manda pra casa todos pacientes com covid 19 mas se deixar tratar no hospital vai lotar.
    Ele quer o povo na rua pq ele vai fazer campanha aqui 15 dias.

Deixe uma resposta