Exército Brasileiro realiza descontaminação em terminal de ônibus de São Bernardo do Campo

Publicado em: 30 de julho de 2020

Objetivo é reforçar o combate e a prevenção à Covid-19. Foto: Manoel Junior / Ônibus Brasil.

Ação será realizada nesta sexta-feira, 31, no Ferrazópolis

JESSICA MARQUES

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) informou que 30 militares do 2° Batalhão de Polícia do Exército Brasileiro realizarão a descontaminação do Terminal Ferrazópolis, em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista.

O terminal integra o Corredor Metropolitano ABD e é gerenciado pela EMTU. A limpeza será feita a partir de 1h desta sexta-feira, 31 de julho de 2020.

O objetivo é reforçar o combate e a prevenção à Covid-19, segundo a EMTU. A limpeza é feita com uma solução à base de cloro, que é aplicada nas áreas de maior movimento de pessoas e em superfícies que são tocadas com frequência.

“Essa ação é realizada durante a madrugada por ser um horário de baixo fluxo de passageiros, tornando mais eficaz a ação dos produtos aplicados”, informou a EMTU, em nota.

OUTROS TERMINAIS

Além disso, outros terminais metropolitanos gerenciados pela EMTU passaram pelo mesmo processo de descontaminação, conforme informado pela empresa.

“Em abril equipes do Exército Brasileiro estiveram nos Terminais Metropolitanos Santo André Oeste, Diadema e Piraporinha (Diadema), além da Estação Anhanguera, na Região Metropolitana de Campinas. Em junho o terminal São Bernardo do Campo passou pelo mesmo procedimento de sanitização.”

CAPES

Além disso, o CAPES (Centro de Atendimento ao Passageiro Especial da EMTU), próximo ao Terminal Metropolitano Jabaquara, terá uma ação de sanitização para o combate à Covid-19. A limpeza ocorre também nesta sexta, 31, a partir das 11h30.

A limpeza é fruto de uma parceria entre a EMTU e a Coordenadoria de Vigilância em Saúde (COVISA), da Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo.

O objetivo, segundo a EMTU, é “reforçar as medidas de proteção adotadas pela empresa gerenciadora do sistema intermunicipal de ônibus das cinco regiões metropolitanas de São Paulo”.

Desta forma, máquinas pulverizadoras serão utilizadas para limpar toda a área do CAPES. Os equipamentos serão abastecidos “com produto para descontaminação à base de quaternários de amônio, que não causa desconforto às pessoas, além de ser inodoro e não manchar roupas”, segundo a EMTU.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Deixe uma resposta