Dia do Motorista: empresas homenageiam profissionais que atuam na linha de frente

Publicado em: 25 de julho de 2020

Em São Bernardo do Campo, por exemplo, homenagem foi feita por meio de café da manhã drive-thru. Foto: Divulgação / BR7 Mobilidade.

Data é comemorada neste sábado, 25 de julho de 2020

JESSICA MARQUES / ADAMO BAZANI

O Dia do Motorista está sendo comemorado de forma diferente neste ano. A data, celebrada neste sábado, 25 de julho de 2020, enaltece o profissional que está trabalhando na linha de frente, em meio à pandemia de Covid-19.

Ao contrário dos anos anteriores, a comemoração não pode ser feita com uma festa na garagem. Desta vez, as empresas de ônibus estão homenageando os profissionais por meio das redes sociais, com vídeos e publicações.

Agora, o sorriso no rosto do profissional que recebe os passageiros com um sonoro “bom dia”, “boa tarde” ou “boa noite” está encoberto pela máscara. Mesmo assim, o brilho nos olhos ressalta o orgulho que os motoristas têm de estar atrás do volante.

Confira as homenagens:

GRUPO LEBLON

No Grupo Leblon, foram as estrelas do volante que falaram na semana do motorista. A homenagem foi feita de forma a protagonizar este profissional.

Neste ano, o Grupo Leblon Transporte de Passageiros, que atua em Curitiba e Região Metropolitana, decidiu fazer uma homenagem diferente aos astros do volante: possibilitar que eles mesmos contassem suas histórias, rotinas e relatassem seu amor à profissão, que na verdade, é a dedicação às vidas.

A importância do motorista se tornou mais evidente nos dias atuais, já que os serviços de transportes se mostraram essenciais para a mobilidade de quem está na linha de frente no combate à Covid-19, salvando vidas.

Assim, foi feita uma campanha interna estimulando os motoristas que quisessem a gravar vídeos declarando essa paixão. E não faltaram histórias fascinantes que comprovaram que o transporte é feito de pessoas para pessoas, todas contadas por diferentes profissionais, desde o mais jovens até os com mais de 30 anos de estrada (literalmente).

As publicações começaram na segunda-feira, 20 de julho de 2020, considerando a semana do motorista.

Confira o primeiro vídeo publicado:

Todo o material foi publicado no Facebook Oficial da Leblon. Clique aqui para conferir os vídeos de todos os motoristas.

“É uma forma singela e sincera de o Grupo Leblon dizer: Muito obrigado, motoristas, vocês ajudam a desenvolver esta nação”.

TRANSWOLFF

Por sua vez, a Transwolff, operadora do subsistema local de distribuição da capital paulista, reuniu histórias por escrito para homenagear os motoristas nesta data tão especial.

Confira os relatos, na íntegra:

A motorista de ônibus Joseane Gonçalves da Cruz, 32 anos, que dirige na linha 6099-10 – Divisa Embu-Guaçu – Term. Grajaú, exerce a profissão desde janeiro deste ano e realizou um sonho de adolescente.       

   joseane

Como ela sempre pegava o ônibus escolar para jogar bola no interior do estado e no litoral paulista passou a admirar a profissão de motorista.

“Tinha 18 anos e comecei a se apaixonar pela profissão. Falava para o motorista do ônibus escolar que queria ser motorista e ele me dizia vá estudar”, lembra.        

O marido, que é motorista de ônibus, a incentivou a dirigir ônibus. Atualmente ele é monitor de transporte escolar. “Me sinto realizada por ter me tornado motorista”.

Acerca do cotidiano ela lembra que um dia uma criança entrou no ônibus e comentou com a mãe “olha mãe é uma motorista mulher, fiquei meio sem graça, mas fico feliz”, diz com sorriso no rosto.

Ela lembra que um dia faltou no trabalho por problema de saúde e no dia seguinte ouviu de uma passageira que tinha sentido sua falta. “Isso não tem preço.”

Ela trocou a profissão de Bombeiro Civil e o volante de ambulância pelo Serviço Atende. Era uma oportunidade que eu sempre esperava. O irmão é motorista, o marido também o avô foi motorista da empresa de ônibus Paratodos.

“Estou feliz, realizada. Estou há dois anos e meio no Atende. Quero me aposentar no Atende, amo o que faço de paixão.”

Já a motorista do Serviço Atende Samantha Cristine Ferreira Martins, 38 anos, ficou um mês afastada pela empresa por conta da pandemia que assola o mundo. Quando voltou um dos usuários, o Felipe, que tem paralisia cerebral, ficou emocionado ao vê-la.

Samantha

“Ele chorou e eu chorei também. Foi muito emocionante”, lembra.      

O motorista Rodrigo Lelis, 34 anos, que dirige na linha Jd. S. Francisco – Term. Sto. Amaro e criou amor pela profissão por conta do avô que foi motorista durante anos na empresa Paratodos.

Rodrigo L

Ele se tornou motorista aos 27 anos de idade. “Lembro que quando era criança, acho que tinha uns 7 anos. Ele sempre me levava no ônibus. Amo a profissão ao transportar vida com segurança. É prazeroso”, afirma.

Katia Regina Xavier, 40 anos, motorista da linha 6258-10 – Jd. S. Francisco – Term. Sto. Amaro diz ser muito gratificante como mulher exercer uma profissão vista como de homem.  

Katia

“Muitos passageiros me elogiam, dizem que tenho mais paciência. Todo dia agradeço a Deus por ter essa oportunidade. Agradeço a Transwolff por ter me dado essa oportunidade.”

Gisela Estavam do Nascimento, a Loira, 36 anos, motorista da linha 6080-10 – Jd. Lucélia. Ela já trabalhou de aux. de produção, arrumadeira, lavadora de carro, garçonete e antes de ser motorista chegou a vender bala, sorvete e água no farol da av. Sabará próximo ao Cemitério Campo Grande.

Gisela

“Já trabalhei de tudo, sofri demais e me sinto realizada. Transportar vidas é uma dádiva de Deus”, enfatiza.

O motorista Cícero Alves Jerônimo da linha 6030-10 – Unisa – Term. Sto. Amaro diz que gosta muito de trabalhar com o público e que adora transportar passageiros porque foi uma oportunidade que apareceu e não pensou duas vezes.

Cícero

“Estou na empresa há dois anos e duas cenas que marcaram foi uma idosa que me presenteou com uma paçoca e uma bala. “Isso incentiva a gente, faz bem e é bom para a alma. São pequenos gestos que faz a gente se sentir melhor”, enaltece.

“A outra cena foi de uma idosa que estava dormindo quando chegou ao ponto que descia eu puxei o freio de mão, tirei o cinto e foi até perto dela e falei baixinho ‘Já chegou o ponto da senhora’. Ela me agradeceu e me disse ‘oh meu filho, eu adormeci’ e desceu. Então são coisas dessa do dia a dia que marcam pelo resto da nossa vida.”      

“E dirigir o ônibus elétrico faz parte da educação profissional”, afirma.

SÃO JOSÉ E GRUPO BELARMINO

O Grupo Belarmino, que atua na área de transportes no estado de São Paulo, principalmente na Região Metropolitana de Campinas, prestou homenagem aos profissionais por meio de um vídeo. A empresa São José, de Franca, no interior de São Paulo, fez o mesmo.

Confira:

SETCAMP E TRANSURC

O SetCamp (Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros da Região Metropolitana de Campinas) e a Transurc (Associação das Empresas de Transporte Coletivo Urbano de Campinas) também não deixaram a data passar em branco.

Assista à homenagem aos motoristas:

BR7 MOBILIDADE

Por conta da semana do motorista, a BR7 Mobilidade decidiu homenagear os profissionais de uma maneira diferente. Não tão próxima por conta da pandemia de Covid-19, mas também não tão distante.

A empresa, que opera no transporte coletivo de São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, decidiu entregar para cerca de 1.000 motoristas cartas com mensagem de reconhecimento ao papel desse profissionais na sociedade e no compromisso diário em atender com excelência os clientes, além de presenteá-los com bottons alusivos à data.

A BR7 Mobilidade ainda promoveu um café da manhã drive-thru, separado de acordo com os turnos de atividades, para os motoristas que passarão pela sede da empresa durante o dia.

“A maioria desses profissionais vem atuando na linha de frente, desde o início da pandemia, garantindo a mobilidade daqueles que mais precisam em toda a cidade, com o objetivo de promover a melhor experiência de ir e vir”, informou a empresa, em nota.

Além do evento exclusivo para os motoristas, a BR7 Mobilidade realizou, desde o dia 15 de julho, homenagens diárias a esses profissionais por intermédio das redes sociais. Em diferentes posts, a operadora promoveu uma verdadeira contagem regressiva para o dia 25.

Confira as homenagens clicando aqui

GRUPO JCA

Em celebração e homenagem ao Dia do Motorista, comemorado neste sábado, o Grupo JCA, das Viações 1001, Cometa, Catarinense, e a unidade de transporte de encomendas Buslog, convidou o cantor e compositor Renato Teixeira para um show especial a todos os profissionais das estradas, e principalmente dedicado aos motoristas das empresas do Grupo.

A #LivedosMotoristasJCA começa às 16h, no canal do artista no YouTube, e será retransmitida nas redes sociais das empresas.

O setlist foi preparado com votação dos próprios funcionários das empresas, que ao longo da última semana puderam escolher suas canções favoritas, como os clássicos “Amanheceu peguei a viola”, “Romaria”, Tocando em frente” e “Amizade Sincera” no topo das preferidas.

Além disso, os colaboradores também puderam compartilhar suas histórias e lembranças de afeto com as canções, que ao longo da apresentação o músico contará ao vivo algumas delas.

Para acompanhar a live, acesse: https://www.youtube.com/channel/UCc_mVX1G48epxdN7kFfGYrA

Ou pelas redes sociais: @viacaocometa.oficial / @Catarinense_oficial / @Autoviacao1001 / @buslog_oficial

GRUPO JAL – TRANSPORTES FLORES

Como parte das celebrações, a Transportes Flores, do Grupo JAL, maior empresa de ônibus da Baixada Fluminense (RJ), decidiu dar voz aos clientes na escolha do rodoviário preferido. Em ação nas redes da empresa, abriu a votação “Meu Rodoviário Preferido”.

A ação contou com mais de 2.600 votos nas 3 semanas em que esteve no ar e os fãs de motoristas, cobradores e fiscais fizeram a sua parte para que seu favorito ganhasse o título.

Ainda em comemoração à data, foi feito um vídeo comemorativo: o filme mostra a importância dos rodoviários que atuam nos bastidores da operação nas ruas e que, mesmo durante a pandemia, continuaram o trabalho e a rotina.

Ainda em comemoração à data, foi feito um vídeo comemorativo, ressaltando que a classe é representada por outros profissionais, além dos motoristas e dos cobradores. O filme mostra a importância dos rodoviários que atuam nos bastidores da operação nas ruas e que, mesmo durante a pandemia, continuaram o trabalho e a rotina.

PETRÓPOLIS

As empresas de ônibus em Petrópolis, no Rio de Janeiro, decidiram presentear seus colaboradores com brindes, bolo e homenagens nas redes sociais.

A empresa Cidade Real, juntamente com o Grupo Brasileiro, transmitiu uma cerimônia religiosa ao vivo na internet, em homenagem aos rodoviários. Em aproximadamente 45 minutos, a live no YouTube contou com música, oração e palavras de encorajamento aos colaboradores.

Por sua vez, empresas Petro Ita e Cascatinha estenderam uma faixa parabenizando os profissionais no Terminal Centro. No local, centenas de embalagens contendo bolo e refrigerante foram distribuídas aos motoristas e cobradores.

Além disso, a Cidade das Hortênsias também homenageou seus colaboradores, no Terminal Itamarati. Diversos kits contendo bolo e suco, foram fornecidos aos profissionais da empresa que, diariamente, cumprem um papel fundamental no transporte da população.

A empresa Turb Petrópolis distribuiu brindes aos rodoviários. O trabalho que começou na garagem da empresa também se estendeu ao longo do dia nos terminais Corrêas e Itaipava. Centenas de colaboradores ganharam um estojo personalizado contendo kits de higiene pessoal.

Durante as atividades oferecidas aos rodoviários, as empresas de ônibus seguiram rigorosamente todas as recomendações sanitárias do Departamento de Vigilância em Saúde de Petrópolis, prevenindo e evitando a propagação do Coronavírus. Além disso, durante todo o dia, as operadoras homenagearam os colaboradores na internet.


Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializados em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    A TODOS VOCÊS PILOTO DO BUZÃO do Brasil, a minha homenagem, PARABÉNS A TODOS!

    Hoje em homenagem aos pilotos de buzão do Brasil que estão trabalhando a todo vapor em pleno COVID-19, resolvi abrir meu coração e tornar pública, aqui no DT, a letra da música que eu compus, em homenagem aos pilotos do buzão; espero que o DT me conceda esta oportunidade; a qual desde já eu agradeço.

    “MOTORISTA DE CORAÇÃO”

    Esta canção é especialmente dedicada a todos os motoristas de ônibus, aquele que de coração conduz o “buzão”, nesse Brasil pelo estradão.
    Do nascer ao por do sol, no clarão da lua iluminando o estradão e na névoa da neblina, ele segue sua rotina.
    Urbano, rodoviário, turismo ou seletivo; o motorista de coração segue levando outros corações.
    Alegres, tristes, apaixonados, novos, velhos e cheio de ilusões.
    Leva e trás pessoas e emoção.
    Ao trabalho, ao passeio, ao médico, à casa da vó, ao parque e tantas são.
    O Motorista de coração leva a paixão que rola no “buzão”
    A tardinha leva o pai ao encontro da filhinha.
    Na direção, o motorista de coração não é passageiro, mas ficará sempre na lembrança de cada passageiro verdadeiro.
    Quantas emoções, leva e passa, o motorista de coração.
    Bom dia, vai descê, abre a porta, não viu não; e assim segue o “buzão”.
    Na madrugada, lá vai ele apaixonado cortando o estradão, ouvindo um modão na cabine da solidão enquanto no salão do buzão os passageiros viajam tranquilos sob sua proteção.
    Na cidade, na estrada, na chuva, no sol, de dia de madrugada, no trânsito no congestionamento, ele segue em pensamento.
    E eu. Quem me leva?
    Nós os passageiros vamos responder.
    Te levamos no coração, na lembrança, e na emoção.
    Leve um abraço de coração de todo o povão.
    Deus te abençoe, motorista do “buzão” !
    Deus te abençoe, motorista de coração!
    Paulo Gil- 14.04.2011 – 10:33 hs.
    © by Paulo Gil, obra com o devido registro de direito autoral, na Biblioteca Nacional.

    Na minha opinião a música tem de ser assim:

    1) Um “baladão” com um arranjo de sanfona e todos os instrumentos cabíveis no tipo “baladão”, cuja música demonstrasse a paixão pelo “buzão”, pela profissão, pela emoção, pela estrada, pelo volante, pela alegria e pelo amor.

    2) Começa com um fundo do baladão em volume baixo, seguido do barulho de ligar o motor do buzão;

    3) Continuando com o barulho do fechamento da porta, seguido do barulho do ar comprimido ao soltar o manete do freio de mão.

    4) Continuando com o barulho da saída do buzão em 1a marcha até a 2a.

    5) E assim iniciando o baladão xonado (para ouvirmos nas madrugadas das estradas deste Brasil a fora).

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil
    “Buzão e Emoção é a Paixão”

  2. Marcio José dos Santos disse:

    Parabéns a todos amigos Motoristas Rodoviários do Brasil é nós no Tapetão Preto abraços

  3. Raimundo Irênio disse:

    A melhor homenagem no dia de hoje seria uma boa fatia, não de bolo e sim te vagas pra profissionais, que tantas perdas tiveram nessa pandemia.

  4. Aélcio De Amorim Klen disse:

    Boa tarde, Dia do Motorista, o que essa classe tem para comemorar, vocês estão de sacanagem, salário defasado, tichet baixo, a maioria das empresas não pagam HE, tendo que pagar quando são assaltados ou assinar vales, trabalho extressante, dúvido, quem pode sair fora de rodoviário não quer voltar nunca mais.

  5. Izael Soares de Almeida disse:

    obrigado ao diário do transporte e as empresas pela omenagem merecida aos nossos companheiros e companheiras motorista de todo o Brasil, sabemos que a relação capital e trabalho é uma parceria e quando é quando as duas partes reconhece a importância um do outro, com certeza boms frutos serão colhido, vamos juntos vencer a Pandemia, se poder Doe sangue.

  6. Evandro alves Carvalho disse:

    Só podia da oportunidade a quem tem cnh mais não tem experiência!como todos conseguiram trabalhar sem experiência na carteira essa minha duvida.

  7. Cristina Ortiz disse:

    As firmas deveriam aumentar o salário e benefícios para todos os motoristas de todas as categorias, principalmente dos caminhoneiros.

  8. Anderson Aguiar disse:

    Concordo com Cristina Ortiz,não adianta as empresas fazerem homenagem para os rodoviários e quando chega na hora do aumento,quer pagar essa miséria,da 2% e acha que tá dando muito…essas palhaçadas de empresas não funcionam comigo não.

  9. Anderson Bezerra Silva disse:

    Eles merecem homenagens mas em muitas cidades agora motoristas de ônibus estão fadados a fazer também função de cobradores! Isso é vergonhoso e muita sacanagem!

Deixe uma resposta