Prefeitura de Aparecida define reabertura de Santuário, mas restringe ônibus e vans fretados

Publicado em: 29 de junho de 2020

Veículos fretados de grande porte não estão previstos em liberação

De acordo com decreto, fica permitida a entrada no Município de Aparecida somente de veículos de passeio com capacidade máxima de sete lugares. Linhas regulares estão liberadas

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

A prefeitura de Aparecida, no interior de São Paulo, publicou nesta segunda-feira, 29 de junho de 2020, o decreto 4.738, que regulamente a abertura gradual para fiéis do Santuário da Padroeira do Brasil.

Nas primeiras etapas, estarão proibidos ônibus e vans de fretamento. Só carros com até sete ocupantes poderão entrar na cidade. Ônibus de linhas regulares estão permitidos.

Artigo 6o. Fica permitida a entrada no Município de Aparecida somente de veículos de passeio com capacidade máxima de 07 lugares. Parágrafo único. A restrição não se aplica aos ônibus intermunicipais, interestaduais e linhas regulares do município.  diz trecho da nota.

O espaço está entre os principais destinos religiosos para ônibus de fretamento do País, juntamente com o Templo de Salomão, da Igreja Universal do Reino de Deus, na capital paulista, e o Salão de Assembleias, espaço para congressos em Mairiporã, na região metropolitana de São Paulo, das Testemunhas de Jeová.

O decreto também estipula datas de previsão de aberturas de algumas atividades que estarão condicionadas aos números da Covid-19, ou seja, se houver avanço nos casos e óbitos, as etapas poderão ser suspensas:

– 28 de julho de 2020: reabertura das celebrações liturgicas do Santuririo Nacional com capacidade reduzida;

– 28 de julho de 2020: reabertura da rede hoteleira e pousadas do município com capacidade reduzida (30% de ocupação);

– 04 de agosto de 2020 reabertura das galerias e Centro de Apoio ao Romeiro, exceto praças de alimentação;

– 15 de agosto de 2020: reabertura gradual da feira livre com capacidade reduzida.

O decreto ainda traz a previsão das apresentações de protocolos de segurança sanitária

– 10 de julho de2020: apresentação do Protocolo de Reabertura do Santuário Nacional;

– 10 de julho de 2020: apresentação do Protocolo de Reabertura da rede hoteleira e das pousadas do Município de Aparecida;

– 27 de julho de 2020: apresentação do Protocolo de Reabertura da feira livre;

– 27 de julho de 2020: apresentação do Protocolo de Reabertura das galerias e Centro de Apoio ao Romeiro

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Colaborou Willian Moreira

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Lazara Fátima Silva Caiado disse:

    Acho que deveria abrir o Santuário Nacional de Aparecida somente para os moradores da cidade de Aparecida pelo menos no primeiro mês e depois abrir pras cidades da região e mais dois ou três meses aí sim abrir pra outras cidades do país , pois eu acho que se abrir de uma vezes pra todos os devotos do Brasil mesmo não sendo permitido ônibus e vans se todos resolverem ir vai ter aglomeração .

  2. Eliana Lacerda disse:

    Amo esse lugar !!! Assim que puder, Vou pagar minha promessa !!! Obrigada minha mãe, nossa senhora Aparecida, continue me abençoando com minha saúde!!! Preciso de sua proteção divina !!! Gratidão….eliana Lacerda

Deixe uma resposta