Agência de Ecoturismo faz live com a UTIL sobre cenários para o setor rodoviário no pós-pandemia

Ônibus da UTIL, do Grupo Guanabara. Foto: Guilherme Silva

Papo versará sobre como as empresas de transporte estão se preparando para o retorno das viagens rodoviárias

ALEXANDRE PELEGI

Ecoturismo e transporte rodoviário, o que têm a ver essa junção?

Em tempos de pós-pandemia, muita coisa!

As pessoas que ficaram muito tempo em isolamento querem sair, voltar a viajar, e o turismo mais intimista, voltado a locais próximos e com base em segurança, cercado de protocolos de saúde, tende a ser o início da retomada.

Viagens mais curtas, com distâncias menores, ou o “turismo de proximidade”, principalmente ligado à natureza, pode ser um bom filão para o setor de transporte rodoviário.

De olho nessa “cola”, uma empresa de Ecoturismo e a empresa de transporte rodoviário UTIL (União Transporte Interestadual de Luxo), farão uma live sobre o tema ainda nesta segunda-feira, 22 de junho de 2020, logo mais às 20 hrs.

Romão Trilheiro, que tem experiências em viagens para cidades do Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo, debaterá com a @viajeutil o futuro das empresas de transporte de passageiros e como elas estão se adaptando ao “novo normal.”

E de como elas estão se preparando para o retorno das viagens rodoviárias.

Para participar, às 20 hrs, é só entrar na conta: https://www.instagram.com/romaotrilheiroecoturismo/


View this post on Instagram

De frente com Romão – Hoje vamos falar sobre o futuro das empresas de transporte de passageiros e como elas estão se adaptando ao "novo normal." . A nossa convidada será a @viajeutil e vamos conversar sobre como as empresas estão se preparando para retorno da viagens rodoviárias. . 🖥De frente com Romão . #batepapo #entrevista #conhecimento #guiadeturismo #viajarsempre #turismolegal #turismoconsciente #mtur #trilhasegaseg #queroviajar #botasecosafety

A post shared by Romão Trilheiro EcoTurismo (@romaotrilheiroecoturismo) on

romao


Alexandre Pelegi, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta