Santa Maria completa 50 anos e se reinventa para enfrentar efeitos da pandemia de Covid-19

Publicado em: 21 de junho de 2020

Monoblocos O-362. Foto: Divulgação / Santa Maria.

Empresa está otimista quanto à migração de passageiros do transporte urbano para o fretamento, em busca de qualidade

JESSICA MARQUES

A empresa de ônibus Santa Maria, com sede em São Bernardo do Campo, no ABC Paulista, completou 50 anos na última sexta-feira, 19 de junho de 2020. Após cinco décadas no mercado de turismo e fretamento, a companhia agora busca se reinventar em meio à crise gerada pela pandemia de Covid-19.

Ao Diário do Transporte, a empresa informou que foram feitas diversas mudanças para se adequar à atual situação do mercado. Entre elas está o reforço na higienização dos ônibus.

Além disso, a empresa está buscando manter a renovação de frota. A idade média dos ônibus é de aproximadamente um ano e meio.

“A gente está apostando na eficiência do transporte. Se o distanciamento social for colocado como algo natural, a gente aposta muito na migração dos passageiros do urbano para o fretamento. É um otimismo de nossa parte, pois não existem dados que possam afirmar que ocorrerá essa mudança, mas estamos nos preparando”, informou a empresa, ao Diário do Transporte.

Confira as alterações divulgadas pela empresa com relação à higienização dos veículos:

HISTÓRIA

A empresa foi criada em 1970 por João Calado Nunes. A primeira frota de ônibus da Santa Maria foi composta por dez unidades do Monobloco O-362, da Mercedes-Benz. Atualmente, são cerca de 50 ônibus, aproximadamente 30 micro-ônibus e em média 90 vans.

Entre os clientes atendidos pelo serviço de fretamento da Santa Maria atualmente estão empresas do ramo petroquímico, financeiro e automobilístico. A empresa também opera linhas de turismo.

Um dos momentos marcantes da empresa foi em 2016, quando a empresa foi contratada pela Delegação Olímpica de Canoagem da Rússia para as Olimpíadas. A Santa Maria foi responsável pelo transporte dos atletas do aeroporto para o hotel e vice-versa, além de levá-los para os treinos durante cerca de dez dias.

PRINCIPAIS MODELOS

Confira os principais modelos de ônibus que fizeram parte da história da empresa ao longo dos últimos 50 anos:

Garagen nos anos 90

Garagem nos anos 90

Irizar Century

Irizar Century

Marcopolo Paradiso HD GV

Marcopolo Paradiso HD GV

Marcopolo Viaggio G4

Marcopolo Viaggio G4

Micro-ônibus Caio Carolina

Micro-ônibus Caio Carolina

Monobloco O-362

Monobloco O-362

Monobloco O364

Monobloco O-364

Monobloco O-400

Monobloco O-400

Monoblocos O-362

Monoblocos O-362

Nielson Diplomata (2)

Nielson Diplomata

Nielson Diplomata

Nielson Diplomata

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. João Luís Garcia disse:

    Excelente empresa, um exemplo de gestão e profissionalismo, desconheço empresa no ramo de fretamento e turismo igual a essa.

  2. João Luiz disse:

    Uma das mais bonitas pintura de ônibus, pena que estão sendo engolida pelos grandes grupos de transporte, Breda/ piracicabana/ cometa e praticamente o fim das empresas tradicionais de abc.

  3. Luis Nunez disse:

    Voce nunca ve um onibus da Santa Maria sujo! O cuidado que eles tem com a frota é impressionante.

Deixe uma resposta