Paralisação parcial da Pêssego Transportes entra no quatro dia

Empresa surgiu de cooperativa

Quantidade de veículos em serviço, entretanto, é maior que nos dias anteriores

ADAMO BAZANI

Entra no quarto dia a paralisação parcial de trabalhadores que atuam na Pêssego Transportes, na zona Leste de São Paulo, nesta quinta-feira, 11 de junho de 2020.

Entretanto, a quantidade de veículos nas linhas é maior que nos dias anteriores, segundo funcionários da empresa.

Os trabalhadores reclamam de atrasos de pagamentos e contra parte da atual diretoria.

Entre as regiões atendidas pela companhia estão Itaquera, Cohab José Bonifácio, Cohab José Bonifácio, Aricanduva e Artur Alvim, entre outras.

A Pêssego Transportes Ltda opera o lote 05 do subsistema de Distribuição Local – D 5 (Área Operacional Leste 1) e surgiu da antiga Transcooper Leste.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Informe Publicitário
Assine

Receba notícias do site por e-mail

Comentários

Comentários

  1. Ricardo disse:

    Essa paralisação é só um reflexo da manhã administração atual onde todos nós funcionários internos estamos com salários atrasados e benefícios cortados, trabalhamos em condições subhumanas sem falar da opressão sofrida por parte da diretoria

  2. Anonimo disse:

    Fora fabinho
    Vampetta
    Tudo ladroes
    Aparamento milhoes analia
    Casa na disney roubando do povo!!

  3. Seki Luiz Kiminami disse:

    E hora do Ministério Público entrar com uma profunda investigação nessas empresas.

  4. Antônio Marcos Morais Junior disse:

    Adamo, não esqueça de citar a linha 342C/10 – Jardim Marilia-Penha, que utilizo todos os dias (que diga-se de passagem é extremamente mal operada, com mais de 30 reclamações só esse ano de minha parte na central 156), que não aparece um carro desde segunda-feira, e também é operada pela péssima Pêssego Transportes.

Deixe uma resposta