Terminal de ônibus São Jorge em Piracicaba (SP) será reformado

Foto: Divulgação Prefeitura da cidade de Piracicaba

O prazo para término da obra é de seis meses, com investimento de 769 mil reais

WILLIAN MOREIRA

A Prefeitura da cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, comunicou nesta semana que iniciará a reforma do Terminal municipal São Jorge Jayme Cunha Caldeira, localizado na Rua Conchas, bairro São Jorge.

O investimento total será de R$ 769 mil , com prazo para conclusão da obra de seis meses.

De acordo com o departamento de engenharia do município, a expectativa é de após a reforma, que irá criar novos acessos a pedestres, instalar gradis para melhor segurança, piso tátil para deficientes visuais e a instalação também de uma faixa elevada no acesso a plataforma, ajudando usuários com dificuldades de locomoção.

O número de baias para embarque será mantido, de oito vagas, já que de acordo com a Engenharia da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), um estudo de demanda local apontou ser suficiente.

A bilheteria atual será demolida, dando lugar a novo espaço para uma distribuição melhor do trabalho dos funcionários no local, assim como os sanitários que também serão reformados para receber acessibilidade.

Para passageiros que chegam ao terminal de bike, será disponibilizado paraciclos para que deixem as bicicletas em local seguro.

Segundo o secretário de Trânsito e Transportes (Semuttran), o objetivo é oferecer maior conforto aos usuários, adequando as instalações existentes para melhor atendimento. “Na reformulação, a plataforma será dotada de total acessibilidade de acordo com as normas vigentes no país e ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas), assim como haverá a adequação de outros espaços, como os banheiros e bilheterias”, explica em nota divulgada para a imprensa.

Em paralelo ao terminal que será reformado, a Prefeitura está modernizando 31,7 km de corredores de ônibus em algumas avenidas principais da cidade, instalando também uma faixa preferencial de ônibus em alguns pontos. Este projeto em andamento tem recursos do programa Mobilidade Médias Cidades, da Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 52,6 milhões, e outros R$ 2,8 milhões são investidos pelo poder municipal.

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo disse:

    Eita vontade de reformar todos os terminais antes das eleições!

Deixe uma resposta