Por determinação da prefeitura de São Paulo, 12 linhas da EMTU serão paralisadas na terça-feira (26)

Publicado em: 25 de maio de 2020

Itinerários partem de Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Poá, Embu-Guaçu, Taboão da Serra e Juquitiba

ADAMO BAZANI / JESSICA MARQUES

A EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos informou que vai paralisar 12 linhas de ônibus por determinação da Prefeitura de São Paulo a partir da próxima terça-feira, 26 de maio de 2020.

As linhas partem de Ferraz de Vasconcelos, Guarulhos, Poá, Embu-Guaçu, Taboão da Serra e Juquitiba, na Grande São Paulo.

Os itinerários são 282, 016, 029TRO, 009TRO, 205, 026, 328, 344, 575, 577, 595 e 460.

Em redes sociais, respondendo aos questionamentos de leitores, o secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, disse que tentou mostrar à prefeitura a utilidade das linhas, mas não foi atendido.

“Primeiro quero esclarecer que a Constituição Federal prevê que as Prefeituras no Brasil tem a prerrogativa das políticas públicas do transporte público. Buscamos diálogo nestas medidas, demonstramos a importância de cada operação aos gestores municipais, mas não fomos atendidos.”

A gerenciadora, em suas redes sociais, informou as opções para os passageiros. Alguns terão de fazer baldeação.

– Paralisação da linha 460 Ferraz de Vasconcelos (Vila São Paulo) – São Paulo (Parque Artur Alvim):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 377 no trecho entre Ferraz de Vasconcelos e SP (Parque Artur Alvim).

– Paralisação da linha 595 Guarulhos (Terminal Metropolitano Taboão) – São Paulo (Metrô Brás):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 095 Guarulhos (Terminal Metropolitano Taboão) – São Paulo (Metrô Brás).

– Paralisação da linha 577 Guarulhos (Jardim Ipanema) – São Paulo (Metrô Armênia):

Os usuários poderão utilizar como alternativa as linhas 016 e 552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

– Paralisação da linha 575 Guarulhos (Terminal Urbano) – São Paulo (Metrô Armênia):

Os usuários poderão utilizar como alternativa as linhas 016  (Obs: apesar de ser colocada como alternativa, a 016 vai ser paralisada também)  552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

– Paralisação da linha 344 Guarulhos (Parque Alvorada) – São Paulo (Metrô Penha):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 342 com destino a SP (Metrô Armênia).

– Paralisação da linha 016 Guarulhos (Terminal Urbano Guarulhos) São Paulo (Metrô Armênia):

Usuários poderão utilizar como alternativa a linha 552 no trecho entre Guarulhos e SP (Metrô Armênia).

– Paralisação da linha 328 Poá (Term. Rod. Jd. São José) – São Paulo (São Mateus):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 377 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera).

– Paralisação da linha 026 Poá (Term. Rod. Jd. São José) – São Paulo (São Miguel Paulista):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 377 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera)

– Paralisação da linha 205 Poá (Terminal Rodoviário Pedro Fava Cidade Kemel) / São Paulo (Pq. D. Pedro II):

Os usuários poderão utilizar como alternativa a linha 269 no trecho entre Poá e SP (Metrô Corinthians-Itaquera).

– Paralisação da linha 009TRO Embu-Guaçu (Vila Louro) – São Paulo (Santo Amaro):

O usuário pode optar pelas linhas 558TRO, via Embu-Guaçu (Filipinho) e 563TRO, via Embu-Guaçu (Valflor) com transferência à rede sobre trilhos do Metrô no Terminal Capão Redondo.

– Paralisação da linha 029TRO Taboão da Serra (Jardim Monte Alegre) – São Paulo (Pinheiros):

A linha 068TRO será a opção alternativa aos usuários.

– Paralisação da linha 282 Juquitiba (Terminal Rodoviário Metropolitano) São Paulo (Metrô Morumbi). Alternativas:

Entre as linhas 030 e 032 se o destino fora região de Pinheiros;

entre as linhas 030 e 001, com transferência gratuita no Metrô Capão Redondo para o sistema trilhos.

OUTRO LADO

Em nota, a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes informou que as mudanças são fruto de uma análise que teve início no ano passado. Confira o posicionamento, na íntegra:

“A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes (SMT) esclarece que as alterações mencionadas são resultado de análise iniciada em setembro de 2019, quando a SMT criou um grupo de trabalho para elaborar os estudos técnicos e normativos necessários para a revisão das autorizações de itinerários de linhas metropolitanas no município de São Paulo.

Esse grupo tem como objetivo reduzir a sobreposição de trajetos entre as linhas municipais e as linhas metropolitanas que ultrapassam os limites da cidade. É importante salientar que a área de Planejamento da EMTU participou de reuniões técnicas antes da conclusão dos estudos.

O prazo dado na publicação da Portaria SMT 074/2020, de 3 de março de 2020, era de 60 dias para que fossem realizadas as adequações nos trajetos e dadas as informações necessárias aos usuários.

A Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes salienta que os passageiros não ficarão desatendidos uma vez que poderão utilizar o transporte público na capital. Isso porque as linhas intermunicipais circulavam pelo mesmo itinerário que as linhas municipais perfazendo desta forma sobreposição de trajetos.

Por fim, a SMT esclarece que, de acordo com o Decreto 57.867, de 12 de setembro de 2017, são  atribuições desta secretaria estudar, planejar, gerir, integrar, fiscalizar e controlar os transportes individuais e coletivos no município de São Paulo.

Somado a isso, mudanças operacionais em linhas de ônibus que fazem parte da rotina da secretaria, que acompanha diariamente a movimentação da demanda de passageiros de transporte público de uma cidade dinâmica como São Paulo, de forma a manter o sistema atualizado e que atenda aos seus usuários.”

Adamo Bazani e Jessica Marques, jornalistas especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Anderson Araújo disse:

    Repararam que, quem mora em Juquitiba, São Lourenço da Serra e na região da BR-116, mais afastada de Itapecerica da Serra foram “condenados”? Qual opção essas pessoas terão? Usar um ônibus até a região de Itapecerica, pegar um segundo para ir até Pinheiros e, dependendo da onde precisa ir, ter que pegar mais um ou dois ônibus da SPTrans. Isso é um problema porque reduz, e muito, as oportunidades de emprego, estudo e até lazer…

  2. Marisa Vanessa Norberto da Cruz disse:

    Sr. Edson Caram teve uma atitude extremamente infeliz. Cancelando a 282 foi extremamente incoerente, prejudicando moradores de Juquitiba e São Lourenço, fazendo os passageiros pegando viagens interminaveis, com bastante volta e baldeação em Itapecerica em vez de ir na Régis direto.

    Outro corte de jumento foi a 044. Ao invés de cortar na Cupecê para facilitar o passageiro a pegar um ônibus da Sptrans, preferiu ligar o nada a lugar nenhum, até o Centro de Diadema para pegar mais 2 ônibus ou andando 2 km a pé economizando uma condução.

    Esperamos que as empresas de ônibus, a população e o próprio Alexandre Baldy entrem judicialmente contra essas nocivas alterações.

  3. Fabio Almeida disse:

    Pelo visto, ir e vir deixou de ser direito e está virando crime

  4. André Oliveira disse:

    Como assim, a linha 009 vai ser descontinuada? Ela eão esta funcionando desde o início da pandemia (aproximadamente 2 meses). Simplesmente deixaram de atender a população de Embu Guaçu sem dar qualquer tipo de satisfação. Eu utilizava diariamente esta linha e fui prejudicado.

    1. blogpontodeonibus disse:

      Mas agora é definitivo

  5. Luis Nunez disse:

    Conceito de região metropolitana, foi jogado na lata do lixo. São Paulo, se acha a ultima bolacha do pacote, vira as costas para os municipios limitrofes.

  6. rebU disse:

    Como pode ser permitido um absurdo como esse?!
    As linhas são intermunicipais, como pode uma das prefeituras decidir unilateralmente pela paralisação delas?
    Isso não deveria ser atribuição do governo estadual?

  7. Sidonio Alves disse:

    Os usuários DEVEM nas próximas eleições CANCELAR da vida pública esses políticos que só se importam com os cidadãos na campanha política. São oportunistas e visam apenas a ascensão política, apenas isso. O povo que se lasque. Brasileiro tem que aprender a votar. Não reeleja políticos podres…

  8. Luci disse:

    A linha 112 Santo Amaro/ Piraporinha está passando a cada 03 horas. Está muito difícil para quem trabalha até mesmo na saúde se locomover.

  9. José disse:

    Eu utilizo a linha 077 pago um tarifa cara pra andar carro velho todos maquiados o serviço e um lixo, ah maioria dos motoristas não respeita mulheres grávida e idosos.

  10. é como se a prefeitura pudesse dizer quem pode ou não ir até sp, parece uma tendência pro futuro, querem diminuir a quantidade de ônibus circulando na cidade e ai quem precisa se locomover até a capital ou que passe a morar mais perto dela ou que possa fazer alguma coisa mais perto da sua moradia atual, triste pois quem mora longe está realmente condenado.

  11. FILOMENA CARENZIO disse:

    Nossa gente porque esse prefeitoo não se interna pra curar o câncer e o cérebro que não está funcionando nada bem e aproveita e leva o enroladinho do governador

  12. EVANDRO ALVES RAYMUNDO disse:

    Ridículo essa atitude da Prefeitura de SP, pior ainda é uma secretária do governo que não presta pra nada, nem pra defender os municípios vizinhos. Se estás linhas estão ativas é pq pessoas dependem dela para trabalhar em SP, fazer a economia girar dentro do município de SP.
    Agora, tipo, não só afetará o ir e vir, como tbm vai deixar vários funcionários desempregados, ou seja que todas as empresas de ônibus vão remanejar todos os motoristas e cobradores??
    Prefeito Infeliz, Secretárias infelizes tbm.

  13. Paulo Dantas disse:

    O ataque ao transporte público em SP tem um só motivo: aumentar o número de contaminados com a Covid 19. Quanto mais tempo a praga durar, mais palco na Rede Globo, na Folha de SP e na Veja os tucanos Covas e Dória vão ter. Falam como se fossem salvadores da pátria,mas os ônibus nas periferias estão mais apinhados enquanto eles aproveitam a publicidade pra fazer campanha política.

  14. Sidney disse:

    Vergonhoso o ver a arbitrariedade de um moleque para prejudicar a vida de muitos trabalhadores chefes de familia, com a anuencia de um governador omisso falso, traidor, que ainda depois de tudo vai para a TV com o discursso que o importane e Salvar Vidas.
    Ditadores da Morte , do Caos e Hipocresia.
    psdb fhc e outros canalhas
    Nossa resposta sera bas urnas

  15. Lena abreu disse:

    Sobre a linha 190 não ir até a estação Conceição do metrô,chega ser absurdo,muitos perderam,fazia aeroporto e cidade Jardim,e agora? Inconformada!!!

  16. Gláucio oliveira disse:

    No caso da 282 podiam transformar ela em linha comum e vir com ela até o centro do Taboão da Serra divisa com SP capital. Integra lá com a linha seletiva 412 pelo cartão bom pagando a diferença. Se a emtu e STM se preocupasse com transporte metropolitano. Mas com um secretário que veio de outro estado. Rico e que nunca deve ter andado de ônibus urbano na vida vai ser difícil.

  17. Adamo, você sabe me informar se a linha 560 (Metrô Armênia/ Largo de Osasco), vai voltar depois da quarentena? Ela está interrompida desde o fim de Março, e era um boa alternativa ao metrô e Cptm.

    1. blogpontodeonibus disse:

      Olá, podemos apurar

  18. Claudio Condemar disse:

    Sacanagem com a linha 009 Embu Guaçu ( Vila Louro) x São Paulo ( Santo Amaro)…era de serventia para quem usa direto ao Largo Treze!
    A 012 que a população fique de olhos abertos !!!
    Logo logo será suprimida nos últimos três anos houve um corte drástico nesta linha em viagens!

  19. Keylla Carvalho Araujo disse:

    Muito irresponsável desativar a linha 044 itaim bibi agira temos que pagar duas passagem para poder ir trabalhar.
    Qual o significando do direito de ir e vir do povo. O Brasil estar é perdido com uns políticos deste.

  20. Anderson Vitorino de Souza disse:

    Parabéns prefeitura de São Paulo é que vcs vão trabalhar de carro não precisa pegar o transporte público por isso que vcs paralisaram as linhas a EMTU e a Unileste são duas empresas que enojam porque enquanto estão enchendo o rabo de dinheiro nós passageiros que precisamos dos ônibus pra irmos trabalhar ficamos no ponto esperando o ônibus mas de uma hora quando vem os ônibus vem lotados o motorista tem que dirigir e cobrar ao mesmo tempo cm os carros de linha cm mas dez anos de uso não podemos deixar isso acontecer vamos nós unir fazer um abaixo-assinado porque precisamos do ônibus rodando em nossas regiões e uma salva de Palmas a Prefeitura de São Paulo EMTU e a Unileste vcs se merecem não sou de desejar o mau pra ninguém mas gostaria que essas empresas viessem a falência

  21. RODRIGO S. disse:

    Onde já se viu uma prefeitura mandar nas linhas intermunicipais? E outra todos sabem que a tal “sobreposição de linha” existe pois a demanda é muito maior em algumas regiões e a prefeitura de SP só não dá conta, nem dos seus dá.. Não ocorreu estudo coisa alguma está ocorrendo uma política de interesse por parte de empresários gananciosos da capital. Agora pq estampar no ônibus que o transporte é um dever do cidadão se vocês claramente não estão nem aí pra nós. Quero ver vocês saírem das regiões extremas da cidade com passagens absurdamente caras e fazer o trajeto todos os dias assim como nós fazemos… E só pra saber a integração com a porcaria dos ônibus da capital Paulista será gratuita? Já que o interesse claramente aí é por mais dinheiro injetado para os cofres ou melhor dos bolsos de políticos e empresários na capital? Eae quem de vocês que trabalha na SMT/SP irá me responder? Mando de egoístas aproveitadores até numa época de Pandemia.

  22. Vieira disse:

    Pessoal é só liga um ponto no outro… no início da reportagem onde diz,”A EMTU – Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos informou que vai paralisar 12 linhas de ônibus por determinação da Prefeitura”também onde cita a lei que por ela dar a prerrogativa de “fazer e desfazer ” não no interesse da população mas dos empresários…, só liga um ponto no outro.no caso 009 não é mas lucrativo para o empresário vir até o Largo 13, motorista cobrador diesel,se ele pode ter mas vantagem indo só até ao metrô Capão Redondo tento ainda o subsídio do metrô.no caso 044, agora ela até a divisa de Diadema e São Paulo retornando no quarteirão saído na Av.Assebleia sendo que mesma empresa só que essa municipal faz o mesmo itinerário…quem ganha?

  23. Valmir Araujo disse:

    Que Absurdo, vão cancelar 3 linhas de acesso de Guarulhos para metro Armênia (016, 575 e 577), que transportam milhares de trabalhadores. Agora só sobra a 552 que já era superlotada. Vergonha, agora a população que se dane para ir para o trabalho. Boa parte da mão de obra da capital mora na região metropolitana.

  24. tiovieira2010 disse:

    que forçar a população usar as linhas para o metro Tucuruvi

  25. Paulo disse:

    Que seja revista nas próximas eleições estinguir estes canalhas da vida pública só fazem besteira em pro do próprio bolso, veja quem vai de poa para sp e não possui o cartão bom vai ter que pagar duas tarifas, como o pobre sofre nesse Brasil.

  26. ELAINE disse:

    Como assim várias pessoas dos municípios que usam o ônibus intermunicipal até as estações Itaquera e Arthur Alvim sem o transporte
    Eu sou uma que passo a correr risco por ter que me locomover por lugares perigosos sendo que as linhas passavam na porta de casa Av governador janio quadros um absurdo .

  27. Natalia Cristina disse:

    Que absurdo!!!
    A linha 095 não faz o mesmo trajeto da linha 595 que foi desabilitada, o povo é que se lasque né e quem precisa descer na Dutra: Av Bandeirantes do Sul 997, ou até mesmo na parada do Parque Novo Mundo, faz o que paga várias passagens????
    Porque na Av Otávio Braga de Mesquita, não temos nenhuma opção de ônibus que passa pela Dutra, minha gente, assim não dá um descaso total, os ônibus Intermunicipais não tem integração pelo menos os de Guarulhos, então não dá para pegar um Ônibus intermunicipal, descer no shopping internacional, e pegar outro na íntegração, terei que pagar outro ônibus, a conta não fecha no final do mês, já pedi para a EMTU, abrir outra linha a resposta foi a crise, brincadeira né

  28. carolina barrionuevo dos santos disse:

    Cancelaram diversas linhas de Guarulhos para metrô Armênia, Brás, Penha….como se estes ônibus saíssem da cidade vazios….detalhe,estes ônibus já eram cheios, agora todos estes passageiros irão utilizar as outras linhas q também já são lotadas….as pessoas que decidem deveriam tentar andar de ônibus pela cidade em horário de pico….pegas três ou quatro filas nós terminais as 18h após um dia inteiro de trabalho pra não ir igual sardinha em lata dentro dos ônibus, então veriam q a necessidade é de mais linhas e não de cancelar fazendo com que os passageiros migrem para outras que também já não comportam mais passageiros…… vamos viver um pouco a realidade das pessoas antes de tomar decisões…..sem contar que aumentar as integrações vai prejudicar o vale transporte, porque as empresas limitam os valores a pagar, e muitas vezes nem contratam se você mora muito longe e o vale transporte é muito caro….descaso total com a população que paga as tarifas!!!!

Deixe uma resposta