Operadora Nobina encomenda 13 ônibus elétricos da BYD para operação na Suécia

Publicado em: 12 de maio de 2020

Novas unidades são modelos de 12 metros. Foto: Divulgação / BYD.

Entrega será feita no verão de 2021, segundo a fabricante

JESSICA MARQUES

A BYD, fabricante de ônibus elétricos da Europa, informou nesta terça-feira, 12 de maio de 2020, que recebeu um pedido de 13 ônibus 100% elétricos da Nobina, que é a principal operadora de ônibus da Suécia e da região nórdica.

Os novos modelos de 12 metros destinam-se à cidade de Piteå, no nordeste da Suécia, onde a nova frota da BYD entrará em serviço. A entrega será feita no verão de 2020, de acordo com a fabricante.

Assim, a frota da BYD para a Nobina na Suécia totalizará 125 veículos, com presença em nove cidades suecas. Além disso, a Nobina é o maior cliente de frota de ônibus da BYD em toda a região nórdica, segundo a fabricante.

Ao todo, são mais de 160 ônibus da BYD já encomendados ou em operação, incluindo 44 veículos em serviço na Noruega e na Dinamarca. Atualmente, a BYD possui mais de 1.300 ônibus 100% elétricos em operação ou encomendados por operadores de transporte público em toda a Europa, também conforme informado em nota.

“A região do extremo norte da Suécia oferece a oportunidade ideal para a BYD demonstrar a sua capacidade com o uso da tecnologia 100% elétrica em ambientes extremamente frios. Da mesma forma, no sul da Europa, onde o clima é geralmente quente, as frotas da BYD 100% elétricas estão apresentando desempenho excepcional. A BYD tem emergido como a marca escolhida pelas autoridades locais em um número crescente de cidades”, informou a fabricante.

Com o ônibus de 12 metros, é possível realizar um dia inteiro de operação, com uma única carga, também de acordo com a BYD. Fabricado na unidade de produção em Komárom, Hungria, o último pedido da Nobina foi especificado com porta-bagagens opcionais.

“Após mais de cinco anos de operação e mais de 7 milhões de quilômetros rodados com os ônibus elétricos da BYD em condições nórdicas, estamos confiantes de que a plataforma BYD atenda às nossas altas demandas de um transporte público confiável, sustentável e atraente. Eles oferecem um tráfego mais limpo, mais silencioso e mais confortável”, disse Jens Råsten, gerente de frota do Nobina Group, em nota.

Jessica Marques para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    A BYD tem fábrica no BarsiLei e o BarsiLei não compra buzão a bateria

    E o JURASSISMO enraizado dos pés a cabeça dos políticos e governantes.

    Ops, desculpem governantes não temos mais, todo mundo “governa” o BARSILei agora; ou melho ninguém ‘governa” mais nada.

    Vivemos o Governo CONTIGO, igual a famosa revista Contigo, só tem na pauta FOFOCAS.

    Desse jeito não vamos pra frente nem com buzão verde.

    NADA MUDA NO BARSILei.

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

Deixe uma resposta