STM divulga andamento das obras da estação de Francisco Morato da CPTM

Estação de Francisco Morato em construção. Foto: Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM)/Divulgação

Nova estação da Linha 7-Rubi está com o cronograma das obras em dia e deve ser entregue ainda em 2020

WILLIAN MOREIRA

A Secretaria de Transportes Metropolitanos (STM) divulgou nesta segunda-feira, 27 de abril de 2020, informações do andamento das obras da estação de Francisco Morato da Linha 7-Rubi da CPTM, que liga o centro de São Paulo até a cidade de Jundiaí.

A parte estrutural da estação com plataformas, acessos e prédio administrativo já se encontra em estado avançado dos trabalhos e agora se iniciará a instalação da via permanente (trilhos) e da rede aérea de alimentação elétrica dos trens.

Também foi iniciado o processo de concretagem das escadas nas pontas das plataformas, o que segundo a Secretaria, servirá como rota de fuga das pessoas em situação emergencial, como incêndios.

O Diário do Transporte questionou a CPTM sobre a possibilidade de atrasos no cronograma, em razão das medidas de contingenciamento social, devido ao novo coronavírus. A Companhia explicou que os funcionários pertencentes ao grupo de risco foram afastados e que estão atentos ao uso de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) pelos trabalhadores da obra. Os trabalhos de construção não tiveram seu prazo afetado.

Veja a nota na íntegra:

“A CPTM tomou todas as medidas necessárias para proteção de todos os seus colaboradores. Os funcionários do grupo de risco (idosos ou com morbidade atestadas) foram afastados e os colaboradores da empresa que atuam nas estações, trens e manutenção possuem todos os equipamentos de proteção recomendados pela Secretaria da Saúde. A Companhia também reforçou a fiscalização do fornecimento desses equipamentos para os terceirizados que atuam na operação e manutenção.

Além disso, todas as empresas terceirizadas contratadas pela CPTM para as obras nas linhas 7-Rubi e 9-Esmeralda utilizam Equipamentos de Proteção Individual e a companhia está atenta ao seu uso.

Mesmo com a diminuição no quadro de funcionários, as obras continuam e as previsões para entrega das obras estão mantidas até o momento.”

Willian Moreira em colaboração especial para o Diário do Transporte

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Paulo Gil disse:

    Amigos, bom dia.

    Mais uma obra de igreja; não acaba nunca.

    Vamos ver qual terminará primeiro.

    Estação Francisco Morato ou o Terminal da Vila Yara em Osasco.

    Só lembrando que o Terminal Vila Yara de Osasco, só aumentou o tamanho o projetoo continua o mesmo com o buzão cruzando a Avenida dos Autonomistas utilizando um farol.

    Sequer fizeram um túnel para o buzão sair já na faixa de buzão.

    Relaxo JURÁSSICO.

    Fica ai uma sugestão de pauta para o DT; o Terminal Vila Yara de Osasco, as fotos eu já enviei.

    SAÚDE A TODOS!

    Att,

    Paulo Gil

  2. Rogério disse:

    Para de falar b**… o mundo está cheio de pessoas que só criticam igual vc, pessoas que deixam suas vidas na merda e ficam criticando coisas e pessoas

  3. Vera disse:

    Parabéns para todos que estão engajados nessa obra mesmo nessa pandemia tomando seus devidos cuidado com todos que estão trabalhando para termos uma estação digna agradeço a Deus e toda equipe estão de parabéns.agradecer é melhor do que reclamar.

Deixe uma resposta para Rogério Cancelar resposta