Manaus determina que ônibus urbanos só transportem passageiros sentados

Se estiverem com todos os bancos ocupados, ônibus vão passar direto do ponto

Medida é para evitar avanço ainda maior do novo coronavírus. Cidade é uma das mais afetadas do País

ADAMO BAZANI

Os ônibus do transporte coletivo de Manaus, no Amazonas, só podem circular com a capacidade máxima de passageiros sentados e sempre que possível com janelas e alçapões de teto abertos para melhorar a circulação de ar no veículo.

É o que determina o decreto nº 4.811 assinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, como uma das medidas para tentar evitar aglomerações e conter o avanço do novo coronavírus.

A cidade já tem aproximadamente 2,5 mil casos confirmados e é um dos locais com situação crítica diante do crescimento do número de infectados e do esgotamento dos hospitais.

O embarque de passageiros deve ser controlado pelo motorista respeitando a capacidade máxima de passageiros sentados. Se a lotação de banco for atingida, o ônibus não pode mais pegar ninguém no ponto.

“Essa é mais uma medida que adotamos para evitar a aglomeração de pessoas e mais contágios do coronavírus. Nosso sistema de saúde está em colapso, nossos cemitérios estão em colapso. Temos que atuar na prevenção de novos casos de Covid-19, e a melhor forma é que as pessoas fiquem em casa e, quando necessário sair, adotem as medidas sanitárias recomendadas, como o uso de máscaras”, disse Virgílio por meio de nota da prefeitura.

Também está mantida a obrigatoriedade do uso de máscaras nos ônibus, tanto por passageiros como por motoristas e cobradores.

“Anteriormente, o prefeito já havia determinado a suspensão temporária da venda da meia-passagem estudantil e a suspensão temporária da gratuidade para pessoas de 60 anos ou mais como forma de inibir o uso desnecessário do transporte coletivo nesse período.” – prosseguiu a prefeitura em nota.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Flavio Alberto Fernandes disse:

    Medida tomada com acerto.

Deixe uma resposta