Transportes Metropolitanos perdem R$ 53,9 milhões em pacote de cortes de R$ 10 bilhões em São Paulo

Gestão João Doria estima que queda de arrecadação por causa dos impactos econômicos do coronavírus no Estado

ADAMO BAZANI/WILLIAN MOREIRA

O Governador de São Paulo, João Doria, anunciou um pacote de corte de custos no Estado na ordem de R$ 10 bilhões para compensar a perda de arrecadação nos próximos três meses por causa dos impactos econômicos da disseminação do novo coronavírus.

Até o fim do ano, a estimativa é de poupar quase R$ 18 bilhões e os impactos iniciais das medidas devem ser de R$ 2,3 bilhões.

Por causa das medidas de isolamento, necessárias para impedir o avanço do vírus, houve desaquecimento econômico. Neste mês a queda do ICMS é de 2,3% e a previsão é que até junho, a queda dobre.

Os gastos em Saúde e Segurança, assim como os pagamentos de salários, estão garantidos, segundo o Governo do Estado de São Paulo.

Entre os custos que devem ser cortados estão pagamentos da parcela mensal de dívidas com a União (cerca de R$ 1,2 bilhão por mês) e suspensão do pagamento do PIS-Pasep (R$ 100 milhões).

Na edição desta terça-feira, 14 de abril de 2020, o Governo do Estado de São Paulo publicou decreto com medidas de redução de despesas no contexto da pandemia da COVID-19 (Novo Coronavírus).

O decreto traz a relação das secretarias que sofrerão corte de recursos.

No caso da STM – Secretaria dos Transportes Metropolitanos, o corte vai ser de R$ 53,9 milhões (R$ 53.976.595).

O Orçamento total da STM para este ano é de R$ 8,84 bilhões.

Na entrevista coletiva, João Doria reforçou a necessidade de as pessoas continuarem mantendo o isolamento para que o sistema de saúde dê conta de atender a todos os acometidos pela doença que precisam de hospitalização.

O governador também anunciou a compra de 725 mil testes de Covid-19 vindo da Coréia do Sul, que foram levados inclusive escolta policial até o Instituto Butantã. O custo foi de R$ 85 milhões. Faltam chegar 525 mil testes até o dia 24 de abril.

No momento são dois mil testes dia, e com a chegada deste lote, a expectativa é aumentar para cinco mil testes por dia até 24 de abril e em maio, para oito mi testes diários.

Também foi anunciada a compra de 15 milhões de mascaras cirúrgicas e três milhões da N95, que vieram da China, o surgimento da pandemia, no valor de R$ 63 milhões.

Doria agradeceu aos profissionais de saúde pelo empenho e lembrou do atendimento no Hospital das Clínicas de uma gestante, de 28 anos, em estado grave com coronavírus que precisou ter um parto induzido. O bebê é acompanhado e o estado da mãe continua grave.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Colaborou Willian Moreira

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Deixe uma resposta