Com retorno previsto para 15 de abril, Irizar antecipa parcela do 13º

Fabricante deve discutir novas medidas

01Empresa pode tomar outras medidas diante dos impactos do avanço do coronavírus

ADAMO BAZANI

A encarroçadora  de ônibus Irizar, em Botucatu, no interior paulista, deve ficar com a produção suspensa até pelo menos o dia 15  de abril, quando deve definir quais medidas ainda vai tomar diante do avanço do coronavírus.

A empresa deu férias coletivas para os funcionários da produção por 14 dias, com paralisação no final de março, contando também com a antecipação de feriados.

Os funcionários das áreas administrativas estão em regime de trabalho em casa desde então.

A fabricante de carrocerias de ônibus rodoviários ainda diz que antecipou o pagamento da primeira parcela do 13º salário para os funcionários que necessitassem.

Durante o período de recesso a empresa incentiva todos os colaboradores a ficarem em casa, protegendo a si próprios e seus familiares, e se coloca à disposição caso algum colaborador necessite de qualquer auxílio relacionado à saúde.

Com a transparência característica de todas as empresas do Grupo Irizar, somada à colaboração de todos os funcionários, bem como à confiança e entendimento dos clientes, a Irizar reitera a certeza de que sairemos ainda mais fortalecidos desta situação e que em brevidade poderemos retomar nossas rotinas normais. – informou nota da empresa.

Como mostrou o Diário do Transporte, todas as fabricantes de chassis e carrocerias de ônibus estão paradas devido aos efeitos do coronavírus e as necessidades de isolamento social para evitar a propagação da Covid-19, doença que teve origem na China.

Adamo Bazani, jornalista especializado em transportes

Compartilhe a reportagem nas redes sociais:
Comentários

Comentários

  1. Roberto Dias disse:

    Meus parabéns para esta Empresa, que olha com bons olhos para as necessidades de seus colaboradores, e age de forma excelente. O contrario da maioria das empresas de ônibus, concessionarias de serviço do transporte público, que faturam o ano inteiro na velocidade de uma locomotiva, mas, a qualquer probleminha que tem, só sabem penalizar seus colaboradores!

  2. Evers disse:

    Não tá fácil para as empresasde transporte agora o que a irizar tá fazendo é realmente olhar os colaboradores de forma humana e digna fiquei com inveja dos colaboradores parabéns principalmente quando colocou a disposição dos funcionários para eventual necessidade de saúde

Deixe uma resposta